Palmeiras vence ótimo jogo na Vila Belmiro



Quais são os requisitos básicos para alguém falar que um jogo foi bom ou não? A resposta não está em dicionário, enciclopédia e o Google não vai poder ajudar muito.

É claro que se o tal jogo tiver bons jogadores em bom nível e times bem treinados já ajuda bastante. Fator muito importante é também que o jogo seja dentro dos padrões esperados de competitividade, intensidade e velocidade. Se sair gol, fica mais legal ainda.

Santos e Palmeiras fizeram um indiscutível bom jogo na Vila Belmiro. Foram 36 finalizações, divididas em 18 para cada  time. Vladimir, goleiro do Santos, fez várias defesas importantes no primeiro tempo e viu Fernando Prass se esticar todo e salvar diversas vezes o Palmeiras.

Sim, também é verdade que a trave trabalhou muito em chute de Ricardo Oliveira e cabeçada de Bruno Henrique.

O placar ficou em branco no primeiro tempo e Eduardo Baptista viu seus laterais sofrerem. Na tentativa de melhorar a marcação, Eduardo fez Egídio entrar na lateral e Zé Roberto foi para o meio no lugar de Guerra.

A mexida só fez o Santos crescer. Foram nove finalizações em 29 minutos dos donos da casa e o Palmeiras não havia conseguido chutar uma única vez na parte final. Depois de muito insistir e de ver Prass fechar o gol, Ricardo Oliveira abriu o placar para o Santos.

Se a substituição do intervalo não surtiu efeito algum, as entradas de Róger Guedes e Willian mudaram de novo o jogo.

Bruno Henrique, que foi destaque no primeiro tempo, bobeou com Jean e o lateral recebeu de Róger Guedes para bater e ver Vladimir falhar. Gol do Palmeiras!

O Palmeiras reconquistara volume de jogo, mas era chumbo trocado.

O segundo gol do Palmeiras saiu em nova jogada de Róger Guedes bem aproveitada por Willian. O Santos ainda tentou outras vezes, mas não conseguiu empatar.

O resultado serve apenas para a classificação no Paulista, mas o jogo vale muito como avaliação e teste. Não é todo dia que campeão e vice do Brasileiro se encontram com seus times titulares.

Dorival sabe que o seu time foi bem e Eduardo Baptista viu a competitividade de seus jogadores. A vitória foi do Palmeiras, mas o Santos também mostrou muita bola no jogo grande jogo realizado na Vila Belmiro.

 



  • Hebert Palestra

    Excelente jogo, a vitórias poderia ser para ambos os times o Borja não entrou em campo, Felipe Monstro Melo tomou conta do meio campo, e R. Guedes entrou voando novamente, Avante Palestra.

  • airton

    Todos os times pequenos contra o PRIMEIRO DO MUNDO fazem o seu melhor jogo do ano.
    É O SEU MOMENTO DE SUCESSO.

    Em seguida perdem da Ferroviaria, do ITUANO……….

  • airton

    O E.B. recuou o BORJA, que arrastou com ele 3 marcadores e aí o Guedes arrebentou, pra não dizer que humilhou , toda a defesa da SARDINHADA

MaisRecentes

Futebol inglês também vive queda de conceitos tradicionais



Continue Lendo

E lá se vão 40 anos para um novo Ponte Preta x Corinthians



Continue Lendo

E de novo a Ponte está na final



Continue Lendo