Corinthians vai se acertando e vencendo clássicos



Mais um clássico paulista com vitória magra do Corinthians. O time de Carille tem mostrado eficiência defensiva e muita luta em todos os jogos.

Sem ter craques no atual elenco, o grupo de jogadores parece ter entendido ainda cedo que o caminho mais fácil para afastar as dúvidas seria se aplicar taticamente e lutar muito em campo.

Contra um Santos bastante desfalcado, o Corinthians finalizou mais e buscou o gol mais vezes. O gol só saiu na segunda etapa. Arana fez boa jogada pela esquerda e achou Jô na área. O atacante, que já havia perdido uma oportunidade clara, subiu muito e, de cabeça, novamente decidiu um clássico.

O técnico Dorival Jr., durante a semana, deu uma entrevista reclamando que a pressão política tem respingado no trabalho de campo e isso pode prejudicar e muito o desempenho dos jogadores em campo.

Sem Renato, que pelo menos ficou no banco, Ricardo Oliveira e Lucas Lima, o treinador fez a opção por abrir Bruno Henrique e Copete pelos lados e Vitor Bueno pelo centro. Yuri, que fez vários jogos na zaga, foi para o meio e Lucas Veríssimo teve Cléber como parceiro de zaga.

A surpresa pelo lado do Corinthians foi ver Jadson iniciar e terminar a partida. Ele mesmo falou após o apito final que esperava jogar 70 minutos, mas achou força para continuar em campo.

A vitória deixa o Corinthians em posição bastante confortável no campeonato e especialmente indica que o caminho da luta pode mesmo ser o certo.

O Santos tem Libertadores na próxima semana e Dorival tem pouco tempo para reerguer os jogadores. A melhor notícia que ele poderia ter é que os desfalques estarão voltando. O time ficaria muito mais encorpado.



MaisRecentes

Palmeiras avança, mas esbarra em um bom América



Continue Lendo

São Paulo volta a vencer e obriga o Santos a repensar



Continue Lendo

Palmeiras vence e confirma ótima campanha



Continue Lendo