Começa hoje La Liga para o Barça, mas a Champions virou obrigação



“Vamos fazer o possível para trazer esse troféu de volta para o Camp Nou”. Assim Messi se apresentou como novo capitão do Barcelona. A Liga Espanhola começa hoje para o Barça, mas claramente não será a prioridade dentro do vestiário. O clube ganhou 7 das últimas 10 edições do Espanhol, jamais havia conseguido um desempenho tão bom. Na temporada passada perdeu na 37ª rodada, ou teria sido campeão invicto, algo que há mais de 80 anos não ocorre.

Dominar a Espanha é algo muito valorizado por aqui e não é fácil. Um campeonato de 38 rodadas com Real e Atlético de Madrid como concorrentes. Um tropeço no Athletic Bilbao, Bétis, Sevilla, Valencia, Real Sociedad pode ser fatal porque os outros postulantes ao título podem conseguir vitórias contra esses rivais. Esses times médios e tradicionais ajudam a dar vida ao campeonato e provam que não é só “Barcelona e Real Madrid”.

Os dois grandes reinam em La Liga como muito provavelmente reinariam em outros países, por serem muito fortes. Basta ver como Manchester United e Bayern de Munique sofreram contra o Sevilla na temporada passada e o desempenho dos espanhóis na Europa League para perceber que o campeonato está longe de se resumir a dois times. A disputa pelo título, esta sim, fica entre três, porque são três potências.

Priorizar a Liga dos Campeões significa repensar toda a temporada. Não apenas dar descanso aos jogadores antes de um confronto decisivo pelo torneio europeu, mas administrar minutos ao longo do ano. Na hora do mata-mata da Champions ter perna e cabeça descansados para decidir melhor.

Ernesto Valverde não é um grande defensor do rodízio de jogadores e de poupar os principais atletas. Mas se Messi vê a Champions como prioridade, todos a veem assim…

Resultado de imagem para messi gamper



MaisRecentes

Modric ganha o prêmio que deveria ser de Salah e Cristiano perde duas vezes



Continue Lendo

Sinal amarelo para Barcelona, Tottenham, Liverpool, PSG e United na Champions



Continue Lendo

A importância da confiança e dos gols de Lucas Moura



Continue Lendo