Cristiano Ronaldo deixa o Real Madrid… e todo mundo sabe onde isso vai chegar



Nesta altura do campeonato, todos no Brasil já sabem o que o Real Madrid é e, principalmente, o que ele representa, certo? O Madrid é poder, ambição, força e senhorio. Agora imagina o golpe: em um mês perdem o técnico que era também uma grife e seu principal jogador. Mais, o maior artilheiro da história do clube, da Liga Dos Campeões, recordista de quase tudo que existe. O homem capaz de mudar a dinâmica vencedora do Barcelona e chocar de frente com a Era Messi.

Não é um quadro bonito. O Real Madrid, por tudo que é e representa, precisa de dar uma resposta. Para seus sócios fiéis, para seus patrocinadores, para os asiáticos que consomem tudo do clube, assim como norte-americanos, mexicanos e brasileiros. A resposta não pode ser “temos Bale e Modric. Um bom time pra seguir brilhando”. O bom time é só uma parte do negócio. As estrelas e a repercussão mundial são a outra parte.

Nas últimas temporadas o Real economizou. Gastou dinheiro em Asensio, Ceballos, Kovacic, Lucas Silva, Casemiro, Carvajal, Theo Hernandez. Aposta de jovens para o futuro. Alguns triunfaram, outros não, outros ainda não. Recentemente foi noticiado que o clube teria 300 milhões de euros para a janela do meio do ano. E agora tem 400 milhões, mais a necessidade de dar uma resposta.

Você já sabe onde quero chegar, né? Isso mesmo. Neymar. Uma obsessão de Florentino Pérez. O Real só tem olhos para ele há muito tempo. Tentou tirá-lo do Barcelona algumas vezes. O plano A é Neymar há muito tempo. Não é qualquer jogador que tem capacidades técnicas e de marketing para substituir Cristiano em um clube do tamanho do Real Madrid. Se Hazard, Kane ou Mbappé fizerem uma grande parte final de Copa do Mundo podem virar opções de plano B. Neste momento, e nos últimos anos, não são e não foram.

A coisa será no mínimo interessante. Do outro lado do ringue está o PSG, sem cláusula de liberação, sem precisar de dinheiro e com Neymar na cabeça do projeto para ser um clube grande e respeitado. O PSG pode dizer não para quantos zeros o Real colocar no cheque. Dirá? Ou vai aceitar mudar os rumos?

Convencer Neymar, claramente insatisfeito em Paris, sem o respaldo do vestiário do PSG para comprar seus planos pessoais, e que nos últimos meses não garantiu com todas as letras que seguiria na França não deve ser o maior dos problemas.

Dentro de campo o Real Madrid é poderosíssimo. Ninguém nunca venceu como ele. Fora de campo é a mesma coisa. Só que desta vez, o oponente é tão duro quanto. Não dentro das quatro linhas, mas nos bastidores.

Cristiano vira passado no Real e as próximas semanas serão de uma guerra fria intensa.

Resultado de imagem para cristiano ronaldo neymar



MaisRecentes

Modric ganha o prêmio que deveria ser de Salah e Cristiano perde duas vezes



Continue Lendo

Sinal amarelo para Barcelona, Tottenham, Liverpool, PSG e United na Champions



Continue Lendo

A importância da confiança e dos gols de Lucas Moura



Continue Lendo