Messi no meio do conflito Israel-Palestina “Pedimos a todos que queimem camisas com seu nome”



O presidente da Federação Palestina de Futebol pede a Lionel Messi que não jogue contra Israel, dia 9. Jibril Rajoub também incita os palestinos a queimarem camisas do craque argentino.

“Messi é um símbolo de paz e amor e pedimos para que não seja cúmplice dos crimes da ocupação israelense”, disse o dirigente. “Lançaremos uma campanha contra a Seleção Argentina. Messi conta com milhões de fãs nos países árabes e muçulmanos. Pedimos a todos que queimem camisas e placas com o seu nome”.

A Argentina vai jogar em Jerusalém no sábado, em comemoração dos 70 anos do Estado de Israel e vai receber 2 milhões de dólares pelo amistoso. Claro que Messi e os outros jogadores estão sendo usados como holofotes da disputa política na região.

A AFA, Associação Argentina de Futebol, está sendo muito criticada pelo amistoso por imprensa e torcida. Ele acarreta mais uma viagem, jogar em um calor próxima 40 graus e um problema político 6 dias antes de estrear na Copa.

Por conta deste amistoso e deslocamento, a equipe de Jorge Sampaoli perde pelo menos quatro dias de treinamento antes do Mundial.

Resultado de imagem para messi argentina 2018



MaisRecentes

Modric ganha o prêmio que deveria ser de Salah e Cristiano perde duas vezes



Continue Lendo

Sinal amarelo para Barcelona, Tottenham, Liverpool, PSG e United na Champions



Continue Lendo

A importância da confiança e dos gols de Lucas Moura



Continue Lendo