Messi no meio do conflito Israel-Palestina “Pedimos a todos que queimem camisas com seu nome”



O presidente da Federação Palestina de Futebol pede a Lionel Messi que não jogue contra Israel, dia 9. Jibril Rajoub também incita os palestinos a queimarem camisas do craque argentino.

“Messi é um símbolo de paz e amor e pedimos para que não seja cúmplice dos crimes da ocupação israelense”, disse o dirigente. “Lançaremos uma campanha contra a Seleção Argentina. Messi conta com milhões de fãs nos países árabes e muçulmanos. Pedimos a todos que queimem camisas e placas com o seu nome”.

A Argentina vai jogar em Jerusalém no sábado, em comemoração dos 70 anos do Estado de Israel e vai receber 2 milhões de dólares pelo amistoso. Claro que Messi e os outros jogadores estão sendo usados como holofotes da disputa política na região.

A AFA, Associação Argentina de Futebol, está sendo muito criticada pelo amistoso por imprensa e torcida. Ele acarreta mais uma viagem, jogar em um calor próxima 40 graus e um problema político 6 dias antes de estrear na Copa.

Por conta deste amistoso e deslocamento, a equipe de Jorge Sampaoli perde pelo menos quatro dias de treinamento antes do Mundial.

Resultado de imagem para messi argentina 2018



MaisRecentes

De todos os protagonistas só Cristiano se explica



Continue Lendo

Foi um dos melhores jogos que a Copa verá. Teve tudo, e principalmente Cristiano



Continue Lendo

Griezmann, Piqué e a desnecessária imprensa



Continue Lendo