Nunca mais veremos um Barça-Madrid assim… ainda bem! O último clássico da Idade Média



Cinco decisões polêmicas em um jogo de quatro gols. É difícil dizer quem foi o melhor no clássico espanhol, mas o árbitro Hernandéz-Hernandéz foi o pior. Errou praticamente em todos os lances decisivos, alguns deles fáceis. Na próxima temporada o VAR chegará a Espanha e um jogo como o deste domingo seria praticamente re-escrito. Foi a última vez que tivemos um Barça-Madrid com tanta margem para reclamação, ainda bem!

Sobre os lances capitais: Bale deveria ter sido expulso, Sergi Roberto também. Houve falta de Suárez em Varane, pênalti de Rakitic em Marcelo. Suárez teve um gol anulado por impedimento de Rakitic. Há quem argumente que o croata não participa do lance quando Navas corta o cruzamento, então nada deveria ser apitado – eu penso que o árbitro acertou ao invalidar o lance. Não é possível simplesmente colocar o placar em 3×2 para os erros porque é uma sucessão de acontecimentos que não ocorreria se as decisões fossem corretas. Sergi Roberto não perderia a cabeça com Bale expulso e o jogo no segundo tempo teria o Barcelona com um a mais e não o contrário.

Todos estes lances passariam por revisão se o VAR já fosse adotado na Espanha. O árbitro poderia ou não manter sua decisão, mas teria mais capacidade de ter menos pressão e mais justiça na partida.

O clássico do Camp Nou valia pouco. O Barcelona, já campeão, queria e se manteve invicto, faltando três jogos para garantir o título de La Liga sem perder, algo que não acontece há 86 anos. O Real Madrid queria impedir a façanha do rival e não perder nenhum jogador lesionado. Cristiano Ronaldo deu o susto, mas não deverá ser problema.

No fim das contas vale como um grande “antes e depois”. Foi o fim de uma era. De arbitragem rudimentar e que compensa aqui e ali por conta da pressão. É tão visível como na Itália, Alemanha e Portugal quase todos os jogos melhoraram na última temporada que é difícil pensar como passamos tanto tempo jogando e vendo futebol como ainda existe.

Em poucos meses a Espanha vai sofrer menos com os erros dos árbitros e terá um campeonato mais justo. Foi o último clássico da idade média do futebol. A não ser que eles se encontrem em competições europeias, já que a UEFA insiste em se manter no passado.



MaisRecentes

Terceiro artilheiro do Barça na temporada, Coutinho é eleito pela torcida para substituir Iniesta



Continue Lendo

Mais uma temporada de fracasso do United… e de Mourinho



Continue Lendo

“Se quiser ir ao aniversário da irmã, que vá! É um dia no ano, c.#*@&!”.



Continue Lendo