Dembelé é uma bagunça



O empate com o Getafe não tende a ser tão grave. O Barcelona ainda tem uma boa vantagem para o Atlético de Madrid, tem o confronto direto em casa e o time de Simeone também terá os seus tropeços. Há muito mérito no que fez o Getafe no Camp Nou, não permitindo sequer uma finalização no primeiro tempo e não concedendo uma chance clara em 90 minutos. A história do jogo é essa. Dembelé é outra história.

O atacante francês ainda não teve tempo para se adaptar em campo, é verdade. Três jogos e uma lesão que o afastou dos campos por mais de 100 dias. Mais quatro partidas e outra lesão e quase um mês fora. Dembelé tem esse atenuante e ele é válido.

Todo o resto não. Ousmane segue afoito. Corre mais que a bola, cai, primeiro passa e depois olha, cai de novo, escolhe mal a jogada, erra bisonhamente passes e dribles. O jovem de 20 anos que ainda não tem 100 jogos como profissional parece muito nervoso por estar no Barcelona.

Ter Messi, Iniesta e Suárez próximos a ele deveria ser algo positivo porque o peso do mundo não cai sobre suas costas, mas Dembelé tem pressa para mostrar que merece estar ali. Talvez o valor de 145 milhões de euros investidos nele o incomode e seja um ponto mais de pressão.

O Barcelona funciona bem sem o camisa 11, fez assim toda a temporada. Agora, quando chega o momento decisivo, o francês terá que se adaptar ao time em jogos com margem de erro muito pequena. E, ao que parece, não está pronto para jogar em um time de máxima exigência.

Dembelé entra e a impressão que passa é que o lado direito vai se tornar uma bagunça. Dribles com os dois pés, condução estranha e arrancadas velocíssimas e sem sentido para o lado. É muito bom que seja um jogador tão rápido. Melhor ainda é se conseguir controlar os nervos e as pernas quando entrar em campo.



MaisRecentes

Somados, Bale e Benzema nunca conseguiram os números de Cristiano Ronaldo pelo Real Madrid



Continue Lendo

O Real Madrid se transformou em um clube “ex-galáctico”?



Continue Lendo

Modric-Inter-Valverde: as chaves que aproximam Vidal do Barcelona



Continue Lendo