O Tottenham tem uma mira em Kane



O Tottenham venceu o Arsenal com um gol de Harry Kane. Assim o time ganha a maioria de seus jogos. O atacante inglês vive grande fase, foi o jogador do futebol de elite com mais gols em 2017 e mantém o ritmo em 2018. Já são 32 gols em 33 jogos na temporada.

Kane é muito bom, seu técnico e seus companheiros sabem disso. E isso condiciona o jogo do Tottenham. Outros bons jogadores como Eriksen, Dele Alli, Son e os demais que apoiam o procuram. Há uma mira em Kane. As jogadas são preparadas para que ele as acabe.

O Tottenham cruza muitas bolas para aproveitar o jogo aéreo do atacante de 1,88m e muito boa técnica no cabeceio. Mas não apenas faz isso. Com um meio-campo técnico e um time bem treinado que sabe envolver o adversário, a bola está sempre em boas condições para chegar ao seu destino final.

Ter um grande atacante e construir um time ao redor para muni-lo é a essência do Tottenham. Poderia ser um time que pensa em se defender e que Kane, por ser muito bom, em algum momento fará o gol da vitória, mas a lógica de Maurício Pochettino é a inversa. Quanto mais bolas chegarem, mais chances Kane terá e quanto mais marque, mais perto da vitória o time estará.

As peças da engrenagem funcionam, o motor principal é confiável. Kane é um seguro de vida para um time que se classificou em primeiro, no grupo do Real Madrid, e que pode seguir avançando na Liga dos Campeões.



MaisRecentes

Somados, Bale e Benzema nunca conseguiram os números de Cristiano Ronaldo pelo Real Madrid



Continue Lendo

O Real Madrid se transformou em um clube “ex-galáctico”?



Continue Lendo

Modric-Inter-Valverde: as chaves que aproximam Vidal do Barcelona



Continue Lendo