Coutinho, o substituto de Neymar em todos os sentidos



O desejo do jogador sempre fala mais alto. Em julho quando Philippe Coutinho acertou com o Barcelona e esperava que o Liverpool aceitasse negocia-lo, pessoas próximas a ele repetiam essa frase como mantra. O otimismo diminuiu com o passar das semanas e naquele momento os ingleses conseguiram reter a saída de seu camisa 10.

Vinte jogos, doze gols e nove assistências depois, o desejo do jogador falou mais alto. Coutinho será apresentado no início da próxima semana em Barcelona. A negociação foi rápida como era previsto. O Liverpool ainda tentou convencê-lo a esperar o fim da temporada, mas a vontade de estar no time de Messi e Suárez e em uma cidade melhor para a família pesaram mais do que disputar o mata-mata mais importante da Europa.

Aos 25 anos, Coutinho se vê em posição parecida a que tinha Neymar no Barcelona. Alguém que pode um dia ser o protagonista, recebendo o bastão de Messi. Além disso, assume o próprio papel de Neymar como estrela midiática do clube.

O ex-camisa 11 é muito extrovertido e tem o lado de marketing muito bem desenvolvido, enquanto Philippe é tímido. Não chega rodeado de amigos, carregando parentes e festas a cada semana. Casado, com uma filha pequena, é muito mais “caseiro” e preocupado com os afazeres dentro de campo. Ainda assim, um jogador brasileiro, da seleção, que joga em posições ofensivas e faz muitos gols, é muito bem visto no mercado e ajuda também fora de campo a preencher uma lacuna que ficou aberta. Coutinho é o que chamam de “jogador franquia”,mais que um jogador de futebol.



MaisRecentes

Piqué à la Puyol – as mudanças do zagueiro que tenta ser um líder no Barça



Continue Lendo

Maior artilheiro da história do PSG, Cavani sofre com desconfiança… dentro do próprio vestiário



Continue Lendo

Iniesta à conta-gotas



Continue Lendo