Messi não vê Argentina favorita e crava “Se formos mal, temos que desaparecer da seleção”



Lionel Messi não é muito de falar. Para a imprensa espanhola quase nunca. Ele se abre mais ao povo argentino, no entanto. A TyC fez uma entrevista de quase uma hora com o camisa 10 da seleção e do Barcelona nesta semana.

Confira os principais trechos.

Mascherano deixar o Barcelona: Queremos jogar na seleção mais do que tudo. E hoje Mascherano não se sente titular do time e não quer ceder. Quer jogar tudo para ganhar a posição e jogar. Eu o entendo, falei com ele. Não vou dizer como ele me disse, mas entendo perfeitamente que ele queira jogar mais. É seu último ano de contrato e quer terminar jogando e não sentado em um banco, ainda que seja o banco do Barcelona.

Pressão na Copa: Se vamos mal nesse mundial, todos temos que desaparecer da seleção. Vai ser muito complicado que alguém continue. É o que eu digo, nós nos sentimos assim e é algo que já viemos pensando, não é algo de agora. Desde a Copa América que perdemos, de toda essa Eliminatórias. É o que te digo, tudo passa pelos resultados.

Favoritos para o Mundial: É verdade que temos que melhorar se queremos ser campeões do Mundo. Como estamos hoje não conseguiremos chegar. Hoje existem seleções melhores que a nossa. Brasil está muito bem, a Alemanha é sempre favorita, França está muito bem. A Espanha tem grandes jogadores. Hoje essas seleções estão acima de nós.

Sobre ser poupado: Entendi que o ano é longo. Há momentos na temporada mais duros que outros. Vão passando os anos e isso é maior. Antes o corpo não sentia, agora passa recibo jogar muitos jogos.

Sobre sensação de ficar no banco: É péssimo. Péssimo porque de fora você vê tudo mais fácil. Vê coisas que quem está no campo não vê assim. Não fazem algo e pensa “mas como não fez isso, se era simples, era fácil”, mas no campo não é tão fácil.

Motivo de piada entre os filhos: A Antonella me contava que o filho do Suarez estava zoando dele “seu pai está no banco, não joga” e depois sai o Suarez e eu entro e é o contrário “agora ele que não joga”. Por isso te digo que ele ainda não entende muito.

Diferença entre os filhos: São muito diferentes um do outro. Thiago é um fenômeno, muito bonzinho. E o outro é o contrário, um filho da puta. O outro é terrível.



MaisRecentes

Falta sal às insossas vitórias do Barcelona



Continue Lendo

Um joga 90 minutos, o outro 15. Um abre 11 pontos em 16 rodadas



Continue Lendo

“Sou o melhor da história”, diz Cristiano, que não é melhor que Messi



Continue Lendo