O Real Madrid se pergunta o que fazer com Bale



Gareth Bale se machucou mais uma vez. Na sexta-feira o Real Madrid anunciou uma lesão no músculo adutor direito do atacante e ele vai precisar de mais um mês para voltar a campo. Décima nona lesão desde que chegou ao Real Madrid, ficou de fora de 40 dos últimos 60 jogos de seu time.

Quando joga, Bale vai bem. Havia sido fundamental na vitória sobre a Real Sociedad e na última vez que esteve em campo marcou um golaço e deu uma assistência contra o Borussia Dortmund. Na conquista da Liga dos Campeões de 2015-16 foi fundamental, fazendo um primeiro semestre quase perfeito.

O problema é não saber quando se poderá contar com ele e por quanto tempo. Vale a pena ter no elenco um jogador caro, que não entra muito em campo, que te deixa na mão, mas quando joga é um diferencial?

O Real Madrid, ao que parece, está se fazendo essas perguntas. Bale, queridinho de Florentino Perez, já não é mais incontestável. As boas atuações de Isco e a ascensão de Marco Asensio dão o respiro que o time precisa para abrir mão do galês.

Caso decida não ficar com Bale, o novo desafio será conseguir vender um jogador constantemente lesionado e que custou mais de 100 milhões de euros.



MaisRecentes

Maldini, Roberto Carlos, Dani Alves, Ronaldinho… quem faltou no time do século da UEFA?



Continue Lendo

Sevilla x Liverpool: espanhóis não perdem em casa há um ano e tem hino cantado em baladas



Continue Lendo

Técnico do Sevilla descarta saída de Ganso, o sexto que menos joga no time



Continue Lendo