Doze vitórias e dois empates depois, digo: o Barcelona não está no caminho certo



O Barcelona não perde há 14 jogos. Doze vitórias e dois empates. Parece ótimo? Não é. O time luta e se adapta aos adversários, mas não é criativo. Custa a criar situações e quando cria Suárez está pronto para desperdiça-las.

Isso ficou claro contra o Olympiakos nesta terça-feira. O Barça depende de Messi para conseguir abrir qualquer defesa. Não há mais ninguém que pense, distribua ou dê um bom passe no time. Meio-campistas que tocam de lado, com lentidão, sem drible e sem “romper linhas”, como está na moda dizer. Apenas as aparições de Paulinho na área rival saem da mesmice.

E nesta temporada ainda há um fator que deixa mais evidente como o time precisa de Messi: Suárez vive péssima fase, só marcou 3 gols até aqui e desperdiça as ocasiões que o argentino cria. Ou seja, Messi precisa começar e terminar as jogadas. O principal articulador e finalizador do time. Já tem 16 gols marcados.

Contra o Athletic Bilbao, Leo pega a bola no meio-campo, o adversário tem 9 jogadores atrás da linha da bola. Ele dribla o primeiro, faz uma tabela com Paulinho, enxerga Alba na esquerda, passa e corre para a área para finalizar.

Em muitos jogos isso dá certo, mas é claro que é sobrecarregar um jogador, ainda que seja Messi.

O empate por 0 a 0 na Grécia deixa claro que o time precisa achar outras formas de levar perigo aos rivais. Messi é ótimo, mas não pode fazer tudo sozinho.



MaisRecentes

Maldini, Roberto Carlos, Dani Alves, Ronaldinho… quem faltou no time do século da UEFA?



Continue Lendo

Sevilla x Liverpool: espanhóis não perdem em casa há um ano e tem hino cantado em baladas



Continue Lendo

Técnico do Sevilla descarta saída de Ganso, o sexto que menos joga no time



Continue Lendo