Os privilégios e a sorte de Neymar em Paris



O jornal Le Parisien publicou uma reportagem apontando os privilégios de Neymar no PSG. A contratação mais cara da história do futebol chegou à França com um status diferente dos colegas, que inclusive não podem lhe dar entradas mais duras nos treinos.

Isso é o que publica o jornal francês. Pelo o que custou e pelo o que representa, Neymar não pode correr o risco de receber uma pancada e desfalcar a equipe. Treina com os companheiros, mas existe um cuidado a mais com o brasileiro. Além disso só ele pode viajar usando uma mala que não seja a do PSG, mas de um patrocinador pessoal. E vai cobrar mais pênaltis, o que antes era uma tarefa apenas de Edinson Cavani.

Tudo bem que Neymar seja a grande aposta do PSG para dar um salto europeu e se tornar um clube grande, mas os privilégios têm um que de sorte, entre aspas. O PSG não ter outras estrelas que se incomodem com isso. Os brasileiros, como Dani Alves e Thiago Silva, o tratam como irmão menor. Mbappé sabe que seu dia de estrelato ainda chegará. Di Maria, Pastore, Rabiot, Draxler e Cavani possuem um perfil menos midiático.

Caso fosse um time com outros jogadores de ego inflado, o tratamento diferenciado poderia gerar um choque. Como o perfil dos atletas não é esse, é mais fácil que se entendam.



MaisRecentes

Recordista na Espanha, Alemanha e Inglaterra. Finalmente rendidos a Guardiola?



Continue Lendo

Renato Gaúcho é uma piada



Continue Lendo

Jornalista catalão arrisca o emprego ao cravar Griezmann no Barça



Continue Lendo