EUA e Chile decepcionam, mas a Holanda é que vai fazer falta na Copa



Já temos 23 dos 32 classificados para a Copa do Mundo. Faltam africanos, que só vão definir suas vidas em novembro e os países das repescagens. Estados Unidos e Chile são as grandes decepções e a Holanda vai fazer muita falta.

Robben fez os dois gols da vitória sobre a Suécia, mas o saldo de gols fez a diferença. Não gosto desse critério como o primeiro de desempate. No fim das contas, uma goleada sobre Luxemburgo fez a diferença.

Foi o último jogo de Robben pela seleção. Com o perdão da piada, um bravo guerreiro. O atacante do Bayern sempre corta pra esquerda, ok, mas se não fosse uma carreira com tantas lesões, teria chegado mais longe do que conseguiu e olha que não foi pouco.

Boa velocidade, drible, finalização. Robben tem tudo e é uma pena que esteja chegando ao seu fim.

A Holanda vive de fases. Teve a de Cruyff e Rinus Michells, de Van Basten, Gullit e Rijkaard, o time dos anos 90, baseado no Ajax e a geração atual de Robben, Van Persie e Sneijder.

Veremos a próxima que vem por aí. Já tem a missão de amadurecer e levar o time à Copa de 2022. Por tudo que a Holanda sempre ofereceu ao futebol, ela fará falta.



MaisRecentes

O dinheiro ainda não comprou a felicidade em Milão



Continue Lendo

Raiz x Nutella: a rivalidade em jogo entre Marselha e PSG



Continue Lendo

Paulinho, um falso 9, mas também o que mais passa no Barcelona



Continue Lendo