Mais de R$ 10 bilhões foram gastos pelas cinco principais ligas europeias no mercado



Mais de 3 bilhões de euros foram gastos pelas cinco principais Ligas da Europa no mercado de verão. Inglaterra, Itália, França, Alemanha e Espanha, nesta ordem, chegaram a esse valor que é superior a 10 bilhões de reais.

Apenas na Espanha se ganhou mais dinheiro do que foi gasto: 647 milhões em vendas e 553 em compras. Curiosamente o Real Madrid, um grande agente do mercado, foi apenas o terceiro no país em compras, atrás de Barcelona e Sevilla. Vale lembrar que o mercado espanhol ainda fica aberto até a meia noite de hoje (01/09).

Os ingleses pelo alto valor que têm de cota de TV foram os que mais gastaram com City, Chelsea e Manchester United no topo. O time de Guardiola foi quem mais gastou na Europa, com um forte investimento na defesa. Na Itália, o Milan, agora comandado pelo dinheiro chinês, gastou como nunca: 214 milhões de euros. Quase 70 milhões mais que a Juventus. Na França, o PSG gastou 238, mais que o dobro do segundo (Mônaco) e quatro vezes mais que o terceiro (Lille). E olha que Mbappé nem entra nessa conta.

O mercado esteve mais que aquecido, o valor pago por Neymar fez os valores dispararem no mês de agosto e com menos de 50 milhões de euros era difícil começar a conversar com qualquer clube.

Nunca se viu tanto dinheiro em um mercado: mais de 10 bilhões de reais. Sinal de novos e (cada vez mais caros) tempos.



MaisRecentes

O jogo, o recorde, o lateral; Real Madrid perde tudo contra o Bétis



Continue Lendo

Os três motivos da desconfiança sobre Paulinho e como o brasileiro tenta vencê-los



Continue Lendo

Oito eliminações seguidas. O importante é competir, Liverpool?



Continue Lendo