Barcelona joga suas últimas fichas para convencer Neymar



Neymar está nos Estados Unidos depois de uma viagem de oito horas entre Barcelona e Nova York. No voo, o presidente do clube Josep Maria Bartomeu teria tempo para conversar com ele e tentar fazer com que o brasileiro mudasse de ideia e permanecesse no clube catalão. Mais de vinte quatro horas depois do avião decolar, Neymar não se pronunciou – como o clube queria – e ninguém do Barcelona se atreveu a mandar uma mensagem otimista à torcida.

Já em solo norte-americano, Sergi Roberto e Cilissen foram os elegidos para falar com a imprensa. As declarações nada contundentes no tom: “Neymar é um grande jogador e esperamos que fique no clube” não apagam o incêndio.

O Barcelona está jogando suas últimas fichas, tentando convencer Neymar que o projeto esportivo do clube é melhor que dos franceses. É quase impossível igualar a proposta salarial do PSG ou dar a Neymar o vestiário cômodo, com os brasileiros que ele deseja. Por isso a situação é quase irreversível.

Enquanto o tempo passa, a irmã de Neymar também já diz a amigas que irá se mudar para Paris, como apurou o jornalista Ricardo Martins. Agora chega a hora do pai de Neymar entrar em campo. Vai se reunir com Antero Henrique para tratar detalhes de um acordo que já existe. Se nada sai do que já está combinado e se nenhuma promessa é quebrada, o contrato ficará pronto em alguns dias.

Antes de Neymar voltar a Barcelona, em 30 de julho, a situação já deve estar definida.



MaisRecentes

Modric ganha o prêmio que deveria ser de Salah e Cristiano perde duas vezes



Continue Lendo

Sinal amarelo para Barcelona, Tottenham, Liverpool, PSG e United na Champions



Continue Lendo

A importância da confiança e dos gols de Lucas Moura



Continue Lendo