Meio time fora e Bernardo Silva: o Manchester City começa uma necessária revolução



A primeira temporada de Pep Guardiola no Manchester City pode ser considerada um fracasso. Mais de 200 milhões de euros para contratar, nenhum título e queda nas oitavas-de-final da Liga dos Campeões. Esperava-se bem mais do City e de Pep em seu primeiro ano.

Fracasso consumado, agora começa a limpa. Guardiola viu com quem pode e com quem não pode contar. Sagna, Caballero, Zabaleta, Clichy e Jesus Nanas já fizeram as malas. Saem e vão dar lugar para outros.

Dinheiro não vai faltar, mais uma vez, ao rico time de Manchester. Vamos ver se na temporada que vem corresponde à altura o que se espera. Bernardo Silva é o primeiro nome da reformulação. Meia técnico, dinâmico, pode ajudar a controlar mais o meio-campo, algo que faltou no time da temporada.

Mas o Manchester precisará de mais, porque o mostrado na temporada foi muito pouco.



MaisRecentes

Modric ganha o prêmio que deveria ser de Salah e Cristiano perde duas vezes



Continue Lendo

Sinal amarelo para Barcelona, Tottenham, Liverpool, PSG e United na Champions



Continue Lendo

A importância da confiança e dos gols de Lucas Moura



Continue Lendo