Melhor ataque, melhor defesa, fortalezas em casa: o que une e o que separa Barça e Juve



O confronto entre Barcelona e Juventus colocará frente a frente melhor ataque e melhor defesa da Liga dos Campeões. O Barça tem o artilheiro Messi que marcou 11 vezes, a força do Camp Nou onde conseguiu quatro goleadas (7×0 Celtic, 4×0 Borussia Monchengladbach e Man. City e 6×1 PSG). No total, 26 gols da equipe catalã. Do outro lado, apenas dois gols sofridos pela Juventus nas oito partidas disputadas.

Por mais que os números sugiram um time muito ofensivo e um outro retraído, não é isso que se vê em campo. A Juventus trata bem a bola, ataca com muita gente, tem jogadores decisivos na frente e, algumas vezes, até se expõe a riscos desnecessários atrás. Mas assim como o Barça se apoia na individualidade do seu trio ofensivo, os italianos têm, individualmente, grandes defensores. Buffon, Chiellini, Barzagli e Bonucci funcionam em conjunto, mas ganham muitos duelos de 1×1 e isso ajuda a fazer a diferença.

O Barça se faz forte no Camp Nou, venceu 19 dos últimos 20 confrontos de Liga dos Campeões – o outro jogo foi um empate. Já a Juventus é assustadora jogando em seu novo estádio. Quarenta e seis jogos sem perder, com 40 vitórias e seis empates. Desde 2015 não perde em seu campo.

Dos 11 titulares em Berlim, há dois anos, o Barça manteve dez em seu time, apenas Dani Alves – que foi para a Juventus – saiu. A Juve perdeu Pogba, Tevez, Pirlo, Morata e Evra, mas não se enfraqueceu.

Um confronto abertíssimo, de cartas claras sobre a mesa. E difícil de se apostar.



MaisRecentes

Wenger sai merecendo respeito, mas sem deixar bom legado ao Arsenal



Continue Lendo

Com apenas um título na carreira, Coutinho admite ansiedade por ser campeão com o Barcelona



Continue Lendo

Reverenciado em todo o mundo, Guardiola perde até quando ganha em seu próprio país



Continue Lendo