Preferido do trio MSN, Sampaoli se afasta do Barça por eliminação na Liga dos Campeões



A eliminação para o Leicester na Liga dos Campeões trará uma conta alta para Jorge Sampaoli. O técnico é o preferido da torcida em todas as enquetes realizadas e a diretoria estava dividida entre o argentino e Ernesto Valverde, treinador do Athletic Bilbao. A queda para o Leicester e a expulsão de Sampaoli durante a partida desempatam a disputa.

O núcleo duro da diretoria é formado pelo presidente Josep Maria Bartomeu, pelo secretário técnico Robert Fernandez, o vice-presidente Jordi Mestre e pelo diretor de esportes profissionais Albert Soler. A preferência de Robert e Soler sempre foi por Valverde, Bartomeu e Mestre estavam divididos. Entre os jogadores, Sampaoli era o preferido por Messi e seus companheiros de ataque.

No entanto, a derrota do Sevilla para um adversário tecnicamente mais frágil, o descontrole emocional do treinador e de jogadores durante o confronto pesam contra o argentino. Como já foi dito aqui há alguns dias, também jogava contra Sampaoli seu auxiliar técnico Lillo, um nome que não agrada em nada à direção.

Valverde passou pelo Barcelona na época de Cruyff, conhece bem a filosofia do clube e isso é prioridade. Seu contrato com o Athletic Bilbao se encerra no meio de 2017 e ele não pensa em renovar. Sampaoli, por sua vez, tem vínculo com o Sevilla até o meio do ano que vem e uma proposta de renovação já sobre a mesa. Ela deverá ser estudada na volta da equipe para a Espanha.



MaisRecentes

Meio time fora e Bernardo Silva: o Manchester City começa uma necessária revolução



Continue Lendo

A despedida do Totti, o jogador contra a corrente



Continue Lendo

Título da Europa League pode devolver United ao ciclo vitorioso dos grandes europeus



Continue Lendo