Voto popular no Laureus escolherá o Momento Esportivo de 2016



Montagem com os candidatos ao prêmio de Melhor Momento Esportivo de 2016 do Laureus (Crédito: Divulgação)

Montagem com os candidatos ao prêmio de Melhor Momento Esportivo de 2016 do Laureus (Crédito: Divulgação)

Algumas das cenas mais marcantes do esporte mundial em 2016 estão concorrendo a uma premiação à parte que irá compor a cerimônia do Laureus Wor  ld Sports Award, prevista para acontecer no próximo dia 14 de fevereiro, em Monaco.

Estreante na festa do Laureus, o novo prêmio também está introduzindo uma novidade: a participação popular na eleição. Aberta no último dia 16, a votação pela internet vai até 4 de fevereiro, dez dias antes da festa em Montecarlo. Além disso, os torcedores estarão concorrendo a três pares de ingressos, além de passagens aéreas e hospedagem inclusos, segundo o site do Laureus.

Para votar, clique aqui.

Os seis momentos, escolhidos pelos integrantes da Academia Laureus, incluem exemplos de fair play, espírito olímpico, dramas e emoção.

Estão concorrendo, por exemplo, a incrível demonstração de olimpismo ocorrida na série eliminatória dos 5.000 m feminino na Rio-2016, quando a neozelandesa Nikki Hamblin tropeçou e caiu. O incidente acabou derrubando a americana Abbey D’Agostino, que se contundiu. Hamblin ajudou a americana a cruzar a linha de chegada.

Outro momento inesquecível foi a chegada em uma das etapas da Série Mundial de triatlo, em Cozumel (MEX), quando o inglês Jonny Browlee completamente esgotado, foi ajudado pelo seu irmão Alistair, a poucos metros da chegada. Eles foram ultrapassados pelo sul-africano Henri Schoeman, que venceu a prova.

VEJA TAMBÉM:

Brasil tem duas indicações entre os finalistas do Laureus 2017 
Ana Marcela é eleita a melhor do mundo em águas abertas de 2015 
Thiago Braz sonha com voos mais altos 
Hugo Calderano, anotem esse nome 
O calendário 2017 do esporte olímpico 

O fair play também está na lista dos melhores momentos de 2016. Durante uma partida pela Copa Hopman de tênis, o americano Jack Sock, vencia o jogo por 5-4 e perto de vencer o primeiro set, quando sugeriu que seu rival, o australiano Lleyton Hewitt, chamasse o desafio por uma bola sua que o árbitro marcou fora. Na revisão, o ponto acabou sendo dado para o australiano, que no final venceu o jogo.

Três momentos ligados ao futebol completam a lista de finalistas divulgada pelo Laureus. A recepção aos jogadores da Islândia após a incrível campanha na Euro-2016, com direito a performance com uma dança de guerra viking; a atitude de um jovem torcedor português ao colega francês que chorava após a derrota da França para Portugal na final da Euro; e o espírito esportivo mostrado pelos garotos do sub-12 do Barcelona, que após vencerem os japoneses do Omiya Ardija, largaram a comemoração para consolar os derrotados.

E para você, qual seu momento inesquecível do esporte em 2016? Vote também na pesquisa abaixo.



MaisRecentes

Basquete masculino brasileiro bebe na fonte certa para tentar se reerguer da crise



Continue Lendo

O calote do Comitê Rio-2016 é uma vergonha que ficará para sempre



Continue Lendo

COI volta a se preocupar com os custos dos Jogos de inverno. Mas os de 2026



Continue Lendo