Vai bem a natação brasileira, hein?



Do blog do nadador Eduardo Fischer

Não sei se de conhecimento de todos que aqui visitam (http://www.eduardofischer.com.br), que a CBDA (Confederação Brasileira de Desportes Aquáticos) tem um grande patrocinador: A EMPRESA DE CORREIOS E TELÉGRAFOS, que doravante chamaremos apenas por CORREIOS. Esse patrocínio é mantido de há muito tempo e, representa a principal fonte de arrecadação da entidade em apreço.

Essa “parceria” vem ocorrendo mediante a renovação anual, quando os CORREIOS repassam à CBDA uma quantia importante para o custeio dos esportes aquáticos em vários aspectos, incluindo competições e treinamentos.

Esse ano, segundo fontes dignas de crédito, o patrocínio foi da ordem de 5 (cinco) milhões de reais. Uma quantia bastante interessante e importante.

Esse valor é utilizado também, para o pagamento de uma ajuda de custo mensal aos atletas da seleção principal. Ajuda essa, que já recebi algumas vezes, tendo em vista minha convocação para a seleção principal do Brasil.

O que ocorre é o seguinte: Antes, o critério era esse: TODOS os atletas convocados para a seleção da principal competição do ano, recebiam o incentivo. Aliás, uma idéia inteligente, afinal, tanto se batalha para alcançar a convocação, que nada mais justo do que “dar uma mãozinha” ao atleta.

Para esse ano de 2010, a competição alvo era o Pan-Pacífico. Competição essa que fui convocado e nadei no mês passado.

O problema é que fiquei sabendo que alguns atletas já receberam seus contratos e suas ajudas de custo (6 atletas apenas), mas nada havia chegado até mim. Então resolvi questionar o presidente da CBDA sobre o assunto. E a resposta foi essa: “ – Quem tinha que ganhar já ganhou. Você não vai ganhar nada. O critério que nós nos baseamos não inclui você e alguns outros atletas”.

Questionei sobre o critério convocação e ele disse que não era mais esse. Questionei sobre onde estavam detalhados os critério, e ele me disse que foi uma decisão interna da CBDA sobre o índice técnico.

Ora, será que dos 24 convocados para o Pan-Pacífico, apenas “meia-dúzia” merece a ajuda de custo?! Quando ele diz que eu e alguns outros não se encaixam nos “critérios” ele refere-se a grande MAIORIA da seleção, que era de 24 membros. Será que os 5 milhões não são suficientes para ajudar a todos?! Será que o presidente dos Correios sabe que apenas “meia-duzia” recebe essa ajuda?!

Que critérios são esses???

Depois de eu ter servido meu País e a minha Confederação (CBDA) em 2 olimpíadas, 6 campeonatos mundial, mais de 20 Copas do Mundo, 5 campeonatos Sul-Americanos, ser tratado assim com essa indiferença e descaso me deixa profundamente indignado e desamparado. Queria poder disputar uma vaga em Londres 2012, mas terei condições?!

Será que somente eu penso que isso está errado?!

Em 2006 me machuquei. Venci uma lesão séria, e depois de 2 anos fora da seleção principal, retorno para a mesma em um ano que a natação está em alta e mesmo assim sou ignorado pela minha confederação e deixado de lado!
Assim como muitos outros companheiros, somos deixados de lado pois não nos encaixamos nos critérios por eles definidos… Isso está correto?!

Essa é a postura de um país que vai sediar um Jogos Olímpicos deve tomar?!

Na mesma posição que a minha, existem outros. Mais jovens. Com 21 ou 22 anos. Que em 2016 estarão com 26 ou 27, prontos para disputar uma final… Mas com essa “política” será que eles obterão êxito???

Fica aqui o meu alerta sobre quem está com as rédeas da natação no nosso país. Onde o melhor nadador brasileiro chegou a um pódio olímpico sem a ajuda de sua confederação. E não sou eu quem diz isso… Ele mesmo disse ao voltar de Pequim 2008.

Está na hora de mudar! Está na hora de uma intervenção… Mas parece que sou louco, pois às vezes acho que só eu enxergo isso.

UM ABRAÇO!

FISCHER.



MaisRecentes

Fora da Odepa, Nuzman precisa se preocupar com o esporte do Brasil



Continue Lendo

Em disputa acirrada, Nuzman tenta presidência da Odepa nesta quarta



Continue Lendo

Em semana decisiva na Odepa, Nuzman ganha cargo em Tóquio-2020, diz site



Continue Lendo