Um vexame a menos: Fiba assegura Brasil no basquete do Rio 2016



O domingo começa com uma notícia aliviadora para o basquete brasileiro.  Durante a reunião de seu comitê executivo,  realizada em Tóquio,  a Fiba (Federação Internacional de Basquete) assegurou o Brasil nas Olimpíadas do Rio 2016,  ao confirmar que o país-sede dos Jogos terá as vagas automáticas para nos torneios masculino e feminino.

O Brasil corria o risco de ter que disputar suas vagas nos torneios pré-olímpicos em razão de uma dívida contraída pela CBB (Confederação Brasileira de Basquete),  que não quitou o valor referente ao convite que a equipe masculina recebeu para disputar a Copa do Mundo de 2014. A dívida com a Fiba é de US$ 700 mil (cerca de R$2,1 milhões).

>>> E mais: Final de semana traz incertezas e preocupações ao basquete brasileiro

Ou seja,  um fiasco – a necessidade de pedir convite para disputar um Mundial – por pouco não criou um vexame ainda maior,  que era o de não ter a vaga assegurada como país sede e com risco de não se classificar. O que no caso de uma modalidade com a história do basquete brasileiro, seria inimaginável.

Jogadores da seleção masculina de basquete comemoram vitória sobre a Argentina no Mundial de 20-14. Crédito: Fiba.com

Jogadores da seleção masculina comemoram vitória sobre a Argentina no Mundial de 2014. Fiba assegurou classificação direta ao Brasil nas Olimpíadas do Rio 2016. Crédito: Fiba.com

Tudo por culpa exclusiva e absoluta da péssima administração de Carlos Nunes,  atual presidente da CBB,  que há anos não consegue solucionar os problemas financeiros da entidade. A dívida atual da entidade, de acordo com o balanço divulgado em maio deste ano, é de R$ 13 milhões, segundo informou o blog do jornalista Fabio Balassiano, do UOL.

No comunicado oficial,  a própria Fiba admite que o débito será quitado por dois patrocinadores da CBB (no caso, o Bradesco e a Nike).

Que a CBB tome esse sufoco como exemplo para tentar colocar sua casa em ordem – o que cá entre nós duvido que aconteça – e que nunca mais o  basquete do Brasil seja submetido a tamanho constrangimento.



MaisRecentes

Liberação da Fiba é o mais novo título mundial do basquete brasileiro



Continue Lendo

Herói olímpico dos EUA desafia escândalo sexual no Mundial de taekwondo



Continue Lendo

Com medalhista olímpico, Brasil estreia sábado no Mundial de taekwondo



Continue Lendo