Tristeza olímpica no velódromo



Post atualizado

Você acorda num domingo como este, último dia de férias dos filhos, planejando um passeio com a família. Uma rápida olhada nas notícias e vejo as imagens terríveis do incêndio que atingiu o velódromo do Parque Olímpico da Barra, nesta madrugada.

A menos de uma semana da marca de um ano da abertura da Olimpíada Rio-2016, um de seus equipamentos mais caros teve parte de sua cobertura consumida pelas chamas. Tudo causado pela queda de um balão!

O fogo começou por volta de 1 da madrugada e só foi totalmente extinto às 8h da manhã. É revoltante, é triste demais.

Além de mostrar a falta de fiscalização de autoridades contra uma atividade perigosa como é a de soltar balões, fica claro que a cultura olímpica não chegou nem perto de ser absorvida neste país. O incêndio ocorre justamente quando o velódromo começava a voltar a receber eventos – recentemente, ocorreu lá o Bike Rio Fest. Irônico demais.

Ainda não se tem uma ideia do prejuízo que a última arena a ser entregue para a Rio-2016 sofreu. Pelas informações do portal G-1, a Defesa Civil ainda fará uma vistoria no local para saber se o velódromo precisará ou não ser interditado. Pelas imagens da TV, só o estrago na cobertura demonstra que o trabalho de restauração promete ser grande. Acidente que traz ainda mais dúvidas sobre o futuro do tal “legado olímpico”.

Só relembrando que o velódromo custou aos cofres públicos R$ 143 milhões para ser construído e sua manutenção tem um custo mensal de R$ 11 milhões.

O aniversário de um ano da Rio-2016 não merecia um presente como este.

Atualização: As imagens exibidas em fotos do twitter do programa “Esporte Espetacular”, da TV Globo, mostram que o estrago dentro velódromo olímpico foi enorme. Triste domingo olímpico este.

VEJA TAMBÉM:

Rio-2016 é apenas a terceira Olimpíada mais cara do século. Mas isso é um consolo? 
Medalhas de lata na Rio-2016? 
Rio-2016 tenta quitar dívidas com aparelhos de ar-condicionado 
Um erro que custou R$ 138 milhões 
Quem vai pagar a conta do legado?