Thiago Braz faz índice triplo no salto com vara na Europa



Thiago Braz venceu na República Checa e assegurou índice em três competições internacionais. Crédito: Wagner Carmo/CBAt

Thiago Braz venceu na República Checa e assegurou índice em três competições internacionais. Crédito: Wagner Carmo/CBAt

Menos de seis meses depois de ter iniciado uma parceria com o renomado técnico ucraniano Vitaly Petrov, que inclusive deflagrou uma pequena crise no atletismo brasileiro, Thiago Braz comemorou nesta terça-feira (26) uma marca que por tabela lhe assegurou índice em três competições internacionais no salto com vara. Ao vencer a prova válida pelo Ostrava Golden Spike, na República Checa, com a marca de 5,75 m, Thiago acabou se qualificando para os Jogos Pan-Americanos de Toronto 2015, em julho, e também para o Campeonato Mundial de Pequim, no mês de agosto. De quebra, o resultado lhe deu também o índice para os Jogos Olímpicos do Rio 2016. A marca exigida para o evento do ano que vem é de 5,70 m.

O jovem atleta paulista, de 21 anos e natural de Marília (SP), acabou tornando-se o pivô de uma polêmica que agitou o núcleo do salto com vara da seleção brasileira, ao optar em trocar o comando de Elson Miranda, responsável por seu início no atletismo no Clube BM&F Bovespa, por Petrov, treinador do supercampeão Serguei Bubka e que havia sido contratado pela CBAt (Confederação Brasileira de Atletismo) como consultor-técnico. O ucraniano foi apontado pela brasileira Fabiana Murer como um dos grandes responsáveis pelo seu título mundial de 2011.

>>> Veja também: Crise fora de hora no atletismo brasileiro

A história da briga envolvendo os dois treinadores e Thiago Braz foi divulgada pelo jornal Folha de S. Paulo no começo deste mês. No final de 2014, o saltador decidiu morar em Fornia, na Itália, justamente onde funciona o centro de treinamento de Petrov, trocando também de clube: largou o BM&F, onde era comandado por Miranda, e assinou com a Orcampi/Unimed. No Troféu Brasil, realizado há 11 dias, ele ficou com a medalha de ouro, com a marca de 5,65 m.

Thiago Braz é considerado uma das principais revelações do atletismo brasileiro nos últimos anos. Em menos de cinco anos, sua melhor marca no salto com vara saiu de 5m10, obtida em setembro de 2010, para 5m83, em julho de 2013, atual recorde sul-americano e brasileiro. Com apenas 21 anos, ele foi campeão mundial juvenil em Barcelona (ESP), em 2012, e ficou em quarto lugar no Mundial indoor de Sopot (POL), no ano passado.

//



MaisRecentes

Fora da Odepa, Nuzman precisa se preocupar com o esporte do Brasil



Continue Lendo

Em disputa acirrada, Nuzman tenta presidência da Odepa nesta quarta



Continue Lendo

Em semana decisiva na Odepa, Nuzman ganha cargo em Tóquio-2020, diz site



Continue Lendo