Tênis do primeiro ouro olímpico de Michael Jordan é leiloado por mais de R$ 600 mil



Par de tênis usado por Michael Jordan na final do torneio masculino de basquete da Olimpíada de Los Angeles-1984, leiloado no último final de semana (Crédito: reprodução)

Quanto você pagaria por uma lembrança de um grande herói olímpico? Um objeto que este ídolo tenha usado em algum momento histórico, marcante? Bem, se a lenda olímpica em questão chama-se Michael Jordan, aí a conta pode ficar bem salgada. Segundo o site “Chicago Business”, um par de tênis usado pelo ex-astro do Chicago Bulls na Olimpíada de Los Angeles-1984 foi leiloado por mais de US$ 190 mil (pouco mais de R$ 620 mil, no câmbio de hoje, 13/6).

Pouca gente se dá conta, mas a história de Michael Jordan nos Jogos Olímpicos não é feita apenas de sua participação no fantástico “Time dos Sonhos”. Aquela seleção dos Estados Unidos, que contou pela primeira vez com profissionais da NBA, encantou o mundo em Barcelona-1992, ao lado de outros astros como Magic Johnson, Larry Bird, Charles Barkley, Pat Ewing, entre outros.

Só que oito anos antes, Jordan participou de uma Olimpíada, na condição de atleta universitário. Em sua despedida como “amador” – na época o COI não permitia a participação de profissionais nos Jogos -, Jordan foi um dos integrantes do time americano que foi ouro em Los Angeles-1984.

E foram os tênis usados pelo ala/armador na final contra a Espanha que acabaram leiloados no último domingo pela SCP Auctions. De acordo com Dan Imler, vice-presidente da casa de leilões, o par de tênis foi arrematado  por US$ 190.373, ou R$ 629.811.

Os tênis, da marca Converse, são autografados pelo jogador e ainda estão com as marcas de uso. Foi a última vez que Jordan usou um calçado como atleta amador. A final do basquete masculino em Los Angeles-1984 foi disputada em 10 de agosto (vencida pelos Estados Unidos por 96 a 65). Três semanas antes, ele já havia sido draftado pelo Chicago Bulls, assinando seu primeiro contrato em setembro. No mês de outubro, assinou seu contrato com a Nike (que mantém até hoje).

VEJA AINDA:

COI segue em busca da fonte da juventude 
O dia em que o Brasil viveu uma noite de prata nas Olimpíadas de Los Angeles 
COI deve ratificar escolha de sede de duas Olimpíadas em junho