Rio-2016: festival da gastança já começou



Foi dada a largada nesta terça-feira para mais uma aventura em busca do sonho olímpico do Brasil. Ou pesadelo, como quiserem. O presidente do COB, Carlos Nuzman, anunciou com todo pompa a apresentação da candidatura do Rio como sede para os Jogos de 2016.

“Após o Pan-Americano, nós começamos a trabalhar com promessas, não mais com vontades. Essa candidatura é muito mais estruturada do que as anteriores”, alardeou Nuzman.

Se é mais estruturada do que os fracassos de 2004 e 2012, eu não sei, mas sabe-se que será torrada uma bela grana no projeto. Só no processo de candidatura, estima-se que os gastos chegarão a US$ 42 milhões, sendo US$ 7 milhões somente na primeira fase de seleção, que vai até julho de 2009, quando o COI escolherá cinco finalistas. A definição da sede para 2016 será em 2 de outubro de 2009.

Dizem que sonhar não custa nada. Mas quando se trata da verdadeira obsessão de Nuzman para fazer do Rio sede das Olimpíadas, este é um sonho bem caro. E com uma boa chance de terminar novamente em pesadelo.



  • Falar que esse país é uma vergonha e tudo mais, não é novidade e é cair no clichê.Todos nós sabemos no que vai dar, a disputa ficará entre Madrid, Chicago e Tóquio, enquanto os brasileiros chorarão mais uma vez e esses senhores que dizem comandar o esporte no Brasil felizes com a grana que vão embolsar.Triste, como sempre.

MaisRecentes

Caio Bonfim pode ser a boa surpresa do atletismo brasileiro em 2017



Continue Lendo