Rebeca Gusmão dividida entre brincar de Ronaldo Fenômeno e Fantomas



Coluna Diário Esportivo, publicada na edição de 31 de outubro do Diário de S. Paulo

O dilema de Rebeca Gusmão

A cena era constrangedora: visivelmente fora de forma (14 quilos acima do peso normal), Rebeca Gusmão posava para fotos e câmeras de TV na semana passada, brigando para fazer embaixadas com uma bola de futebol. O uniforme (camiseta, calção e chuteiras) era completamente diferente dos maiôs que ela se acostumou a usar nos últimos 18 anos dedicados à natação. Mas que ninguém se engane: dentro de campo, Rebeca ainda é um peixe fora d’água e se apega ao futebol como uma espécie de plano B, enquanto não tem julgado seu recurso na CAS (Corte Arbitral do Esporte), que no mês que vem pode eliminá-la definitivamente do esporte por uso de doping.

Suspensa duas vezes após exames realizados em 2006 e 2007 apontarem altos níveis de testosterona em seu organismo, Rebeca Gusmão aguarda a definição de seu futuro preparando-se para atuar como atacante no time da Ascoop (Associação do Cooperativismo de Brasília) em uma liga amadora da cidade. O problema é que se for condenada também no recurso, Rebeca estará proibida de participar de qualquer modalidade olímpica por toda a vida. Para quem já declarou que sonha em um dia vestir a camisa da seleção brasileira feminina caso não possa mais voltar a nadar, seria uma frustração sem tamanho. Será que vale a pena ela passar por tudo isso?

Um mico atrás do outro

Enquanto aguarda ansiosa a definição de sua carreira como esportista, Rebeca Gusmão ainda é obrigada a passar por alguns micos. Reportagem publicada esta semana no DIÁRIO, assinada pelo repórter Luiz Augusto Lima, conta que a nadadora foi convidada a participar da tradicional academia de luta livre Gigantes do Ringue, comandada por Michel Serdan, sucesso na TV nos anos 60 e 70. Segundo Serdan, como a luta livre é entretenimento, Rebeca poderia participar perfeitamente da atração.E o pior é que Rebeca não descarta aceitar o convite!

Propaganda negativa

Como se não tivesse problemas de sobra, o basquete paulista ainda tenta melhorar a imagem após a baixaria dos jogadores Bruno e Tiago, do Casa Branca, que na semana passada agrediram o árbitro Maurício Antunes a pontapés, no jogo contra o Bauru, pelo Campeonato Paulista, na semana passada. Os dois brigões estão suspensos até o julgamento da Comissão Disciplinar da Federação Paulista de Basquete (FPB), ainda sem data marcada.

Fórmula esdrúxula

A CBV, que diz contar coma aprovação de clubes e atletas, repete este ano o regulamento da Superliga, com a realização de quatro mini-torneios antes do mata-mata decisivo. E ainda piorou um item em relação à ultima edição: as duas finais (masculino e feminino) serão jogadas no Maracanãzinho, não importa quem sejam os participantes.

Foto: Rebeca Gusmão comemora uma de suas medalhas de ouro no Pan do Rio-2007
Crédito: divulgação/CBDA

A coluna Diário Esportivo, assinada por este blogueiro, é publicada às sexta-feiras no Diário de S. Paulo



  • Oooo… qual o seu nome mesmo??? deixa eu checar… (nunca ouvi falar de vc)… Marcelo… Vc vem atraves deste blog (que ninguem comenta) fazer criticas a uma atleta jovem que tem mais perseveranca que vc na vida inteira. Vc eh um covarda, jornalistazinho de merda. Vem criticar uma pessoa que esta sendo perseguida claramente, assim sendo, vc compoe o timizinho de pessoas que endorsam as barbaridades do Dr. Rose.Vc eh um covarde e um jornalistazinho de merda!

  • Cara Regina,Sobre sua falta de educação e zelo com a língua portuguesa já falei no outro post.Só para sua informação, a qualidade de um blog não está no número de comentários presentes, mas isso é o que menos importa.Pouco importa também se você me conhece ou não. Até porque jornalista não é notícia, já me ensinou um ex-chefe meu.Agora, não me parece que Rebeca esteja sendo perseguida por A, B ou C, até prova em contrário. A função do bom jornalista é dar todos os lados da notícia, goste-se ou não dela.E antes que eu me esqueça, covardia é aproveitar-se da segura distância proporcionada pela internet e proferir uma série de ofensas e idiotices contra uma pessoa.

MaisRecentes

Rúgbi feminino do Brasil disputa nova etapa da Série Mundial e seca Espanha



Continue Lendo

Índice para Mundial, estrela confirmada e patrocínio renovado agitam atletismo



Continue Lendo

Dor de barriga atrapalha líder do Giro da Itália de ciclismo. Veja o vídeo



Continue Lendo