Ranking olímpico dá alento ao judô do Brasil após Mundial



Com o prestígio abalado após a fraca campanha no Mundial do Azerbaijão, o judô brasileiro só tem a festejar a última atualização do ranking olímpico.

Este ranking, divulgado nesta segunda-feira (15) pela IJF (Federação Internacional de Judô), definirá os classificados para a Olimpíada de Tóquio-2020.

Integrantes da seleção brasileira de judô, que teve um bom desempenho no GP de Cancún (Crédito: CBJ)

A “corrida olímpica” começou a contar os pontos mais importantes a partir do Campeonato Mundial do Azerbaijão, quando o Brasil teve um desempenho abaixo da expectativa.

A equipe conquistou somente uma medalha de bronze, com Érika Miranda (52 kg). Esperanças de pódio, Mayra Aguiar (78 kg) e Rafaela Silva (57 kg) não passaram da segunda rodada.

Com o sinal amarelo ligado, a CBJ (Confederação Brasileira de Judô) ficou aliviada com o desempenho de seus judocas no Grand Prix de Cancún (MEX), encerrado no último final de semana.

A equipe brasileira terminou sua participação com 11 medalhas, com destaque para um ouro com Rafaela, três pratas (Victor Penalber, Mayra Aguiar e Maria Suelen Altheman) e sete bronzes (Marcelo Contini, Charles Chibana, Aléxia Castilhos, Rafael Macedo, Samanta Soares, Rafael Buzacarini e Beatriz Souza).

Com isso, a lista provisória (e que será fechada apenas em maio de 2020) da IJF tem judocas brasileiros em quase todas as categorias olímpicas. A exceção fica para os 73 kg entre os homens, que não tem no momento nenhum representante na zona de classificação.

A seleção brasileira de judô volta a entrar em ação no Grand Prix de Haia (HOL), de 16 a 18 de novembro.

Veja quais seriam os brasileiros classificados hoje para a Olimpíada de Tóquio-2020

Masculino

60 kg  Eric Takabatake  351 pontos (10º no ranking)
66 kg  Daniel Cargnin  486 pontos (6º)
66 kg* Charles Chibana 331 pontos (sem vaga direta)
81 kg  Victor Penalber  368 pontos (8º)
90 kg  Rafael Macedo 185 pontos (cota continente)
100 kg  Rafael Buzacarini  266 pontos (14º)
+100kg  Ruan Isquierdo  217 pontos (16º)

Feminino

48 kg Gabriela Chibana 358 pontos (10º no ranking)
52 kg Érika Miranda 503 pontos (5º)
52 kg* Jéssica Pereira 363 pontos (sem vaga direta)
57 kg Rafaela Silva 892 pontos (2º)
63 kg Alexia Castilhos 350 pontos (11º)
63 kg* Ketleyn Quadros 249 pontos (sem vaga direta)
70 kg Maria Portela 286 pontos (12º)
78 kg Mayra Aguiar 741 pontos (2º)
+78 kg Maria Suelen Altheman 780 pontos (2º)
+78 kg Beatriz Souza 335 pontos (sem vaga direta)


MaisRecentes

Prêmio Sou do Esporte 2018 terá homenagem a Maria Esther Bueno



Continue Lendo