Campeã olímpica Rafaela Silva sofre racismo da PM no Rio de Janeiro



A brasileira Rafaela Silva comemora a conquista a medalha de ouro na categoria 57Kg na Olimpíada Rio-2016 (Crédito: Alaor Filho/Exemplus/COB)

Para quem duvida ou minimiza a questão do preconceito racial que ainda existe no Brasil, a sequência de tuítes abaixo, postados há cerca de uma hora na conta do twitter da judoca Rafaela Silva, medalha de ouro na Olimpíada Rio-2016 e também campeã mundial de judô, são bastante claros.

A abordagem da PM do Rio de Janeiro, estado que se encontra sob intervenção federal pela crise de segurança, mostra que o racismo não poupa ninguém por estas bandas.

Nem mesmo uma campeã olímpica.

Confira o relato de Rafaela Silva:

No fim, desanimada, ela escreveu:

“Este preconceito vai até aonde?”, acrescentando um emoji com um rosto chorando.

VEJA TAMBÉM:

#ÉCoisaDePreto 
As medalhas do Brasil no Mundial de judô 
‘Os campeões do passado construíram a história do judô’, diz Tiago Camilo



MaisRecentes

O significado que a classificação no Mundial terá para o handebol do Brasil



Continue Lendo

Jornal canadense levanta dúvidas sobre caso Ben Johnson



Continue Lendo

Vitória histórica pode fazer Brasil superar ‘grupo da morte’ no Mundial de handebol



Continue Lendo