Pressão por mudanças no COB chega até do ministério do Esporte



O COB deverá fazer uma nova Assembleia Geral para discutir o novo estatuto no próximo dia 22 (Crédito: Tomaz Silva/Agência Brasil)

A pressão para mudanças radicais no COB (Comitê Olímpico do Brasil) não vem partindo apenas do COI (Comitê Olímpico Internacional). Se não bastasse ter os recursos de patrocínio vindos de Lausanne suspensos enquanto um novo estatuto não for aprovado, o COB tem ainda uma ameaça caseira. O ministério do Esporte, diante de todo o quadro da crise que culminou com a prisão de renúncia do ex-presidente Carlos Nuzman, deu uma espécie de ultimato.

+ O blog está no Twitter. Clique e siga para acompanhar
+ Curta a página do blog Laguna Olímpico no Facebook
+ O blog também está no Instagram. Clique e siga 

“Estamos tendo boas conversas com a nova gestão do Comitê Olímpico. Mas fomos claros e dissemos para eles: ‘ou vocês promovem ações que promovam profundas alterações estatutárias ou é possível que ocorra uma suspensão de repasse de recursos'”. A declaração foi dada nesta terça-feira por Raimundo da Costa Santos Neto, diretor do  departamento de esporte de base e alto rendimento  do ministério do Esporte. Ele integrava uma das mesas de debate do seminário “Novos Horizontes para o Esporte do Brasil”, promovido pela ONG “Atletas pelo Brasil”, no Museu do Futebol, em São Paulo.

Apesar do tom de ameaça, o integrante da pasta que sustenta boa parte da estrutura do esporte olímpico brasileiro mostrou otimismo. “O momento é ideal para várias discussões. Mas temos que ter cuidado para aplicar o remédio com cautela e não matar o doente”, comparou, referindo-se aos atletas, que no final são aqueles que recebem os recursos públicos.

As mudanças no estatuto do COB, convocadas pelo presidente Paulo Wanderley, estão sendo discutidas por uma comissão de reavaliação estatutária formada por quatro dirigentes: José Antonio Fernandes (presidente da confederação de atletismo), Ricardo Machado (esgrima), Marco Aurélio Ribeiro (vela) e Tiago Camilo (presidente da comissão de atletas).

Até a próxima sexta-feira (10), a comissão estará recebendo sugestões para o novo estatuto. A Assembleia Geral para aprovação do texto final será no próximo dia 22.

VEJA TAMBÉM:

O caminho para o COB iniciar uma nova era 
COB vê punição diminuir, mas segue sem receber verbas do COI 
COB não pode ser tímido em suas reformas 
Uma semana após ‘revolução’, COB tem maior desafio de sua existência



MaisRecentes

Ao tentar inovar, Fiba cria uma grande confusão no basquete mundial



Continue Lendo

Comissão de Atletas precisar ir além das cartas para buscar seu espaço no COB



Continue Lendo

Do que têm tanto medo os cartolas olímpicos brasileiros?



Continue Lendo