Prêmio Brasil Olímpico acontece nesta quarta. Saiba mais sobre a festa



Os concorrentes ao prêmio "Atleta da Torcida", que estão sendo escolhidos pelo voto popular, do Prêmio Brasil Olímpico 2016

Os concorrentes ao prêmio “Atleta da Torcida”, que estão sendo escolhidos pelo voto popular, do Prêmio Brasil Olímpico 2016

Nesta quarta-feira, será realizada a 18ª edição do Prêmio Brasil Olímpico, a maior importante premiação do esporte brasileiro. Pode parecer bobagem, mas em um país com a monocultura esportiva do futebol tão enraizada como o nosso, a festa desta quarta é o momento de reconhecimento pelo trabalho desenvolvido ao longo do ano.

Tudo bem que desta vez a festa chega com um atraso razoável. A entrega dos prêmios deveria ter ocorrido em dezembro de 2016, mas segundo o COB (Comitê Olímpico do Brasil), não havia condições de uso na época para o Theatro Municipal, onde sempre ocorreu. A cerimônia de hoje acontecerá, no entanto, na Cidade das Artes, a partir das 20h.

Mas para os premiados, isso é o menos importante. Nesta quarta-feira, atletas de 28 modalidades olímpicas serão reconhecidos como os melhores em suas modalidades, destacando orgulhosamente em seus currículos. E tanto faz se é estrela olímpica do Brasil ou destaque individual em uma modalidade pouco badalada. A alegria de sair com o troféu é igualmente imensa.

Além dos prêmios por esporte, a cerimônia definirá mais duas premiações: a de “Atleta do Ano”, onde concorrem  Martine Grael / Kahena Kunze (vela), Poliana Okimoto (maratona aquática) e Rafaela Silva (judô), no feminino; e Isaquias Queiroz (canoagem), Sérgio Escadinha (vôlei) e Thiago Braz (atletismo), no masculino.

VEJA TAMBÉM:

Menos dinheiro faz COB premiar competência com verbas das loterias 
“Corte nas verbas da loteria não foi punição a ninguém”, diz novo diretor do COB 
Thiago Braz sonha com voos mais altos 
Os melhores momentos olímpicos de 2016
Vela do Brasil aposta em estrelas na largada para o ciclo de Tóquio-2020

Haverá ainda a entrega do prêmio “Atleta da Torcida”, cuja escolha é feita pela internet até horas antes da festa, pelo site do COB e pelo Facebook. Concorrem ao prêmio os medalhistas olímpicos do Time Brasil: Alison e Bruno Schmidt (vôlei de praia), Arthur Nory (ginástica artística), Diego Hypólito (ginástica artística), Isaquias Queiroz (canoagem velocidade), Kahena Kunze e Martine Grael (vela), Poliana Okimoto (maratona aquática), Rafaela Silva (judô), Robson Conceição (boxe), Sérgio Escadinha (vôlei) e Thiago Braz (atletismo).

Curiosidades

Alguns números e curiosidades do Prêmio Brasil Olímpico:
– O nadador Cesar Cielo é o maior vencedor do troféu Melhor Atleta do Ano, com três conquistas
– Entre as mulheres, Fabiana Murer e Maurren Maggi (Atletismo), e Daiane dos Santos e Daniele Hypólito (Ginástica Artística) foram eleitas duas vezes as melhores atletas do ano
– Yane Marques  é a maior vencedora da história do PBO em todas as modalidades esportivas. São 12 prêmios conquistados desde 2005
– A Ginástica Artística é a modalidade que levou mais prêmios de Melhor Atleta do Ano. São oito, entre homens e mulheres. Na segunda colocação vem o atletismo e vôlei com cinco troféus, seguido da natação com quatro
–  825 atletas já foram premiados como os melhores de suas modalidades (446 homens e 379 mulheres)
– 13 modalidades terão vencedores inéditos em 2016: Atletismo, Badminton, Basquete, Canoagem Slalom, Ciclismo BMX, Ciclismo MTB, Ciclismo Pista, Esgrima, Hipismo CCE, Hóquei Sobre Grama, Natação, Rúgbi e Takewondo
– Martine Grael superou o pai, Torben Grael, em quantidade de premiações na Vela: 3 x 2
– Etiene Medeiros é a segunda mulher a conquistar o Prêmio Brasil Olímpico na modalidade natação. A primeira foi Nayara Ribeiro, em 2001

A festa também será marcada pela entrega da medalha de bronze para a equipe feminina do revezamento 4 x 100 m do atletismo, referente aos Jogos Olímpicos de Pequim-2008. Como a Rússia perdeu a medalha de ouro por conta do doping, o Brasil automaticamente herdou o terceiro lugar. A Bélgica ficou com o ouro e a Nigéria com a prata.

E para você, quem merece ser o “Atleta da Torcida”? Vote também na enquete do blog:

 



MaisRecentes

Isaquias Queiroz vai aumentar sua coleção de medalhas no Mundial de canoagem?



Continue Lendo

Brasil estreia em mundiais de badminton e wrestling nesta segunda



Continue Lendo