Pré-Olímpico de vôlei: Venezuela faz história e vai à Pequim em dose dupla



Há uns 10 ou 15 anos, ninguém apostaria um centavo que a Venezuela conseguiria resultados expressivos no vôlei mundial. Os venezuelanos, cujo esporte nacional é o beisebol, mudaram esta lógica na noite de ontem, ao carimbar o passaporte para os Jogos Olímpicos de Pequim com as seleções masculina e feminina. E pela primeira vez na história!

Impulsinado pelos altos investimentos do governo federal, o vôlei venezuelano vem evoluindo a olhos vistos nos últimos anos. O time masculino, por exemplo, eliminou o Brasil no Pan-Americano de Santo Domingo em 2003. Comandado por um brasileiro, o competente Ricardo Navajas, a seleção venezuelana não tomou conhecimento da Argentina e mesmo jogando na casa do adversário, assegurou a vaga com uma vitória por 3 sets a 1 (22-25, 25-22, 25-20 e 25-16).

A vaga da equipe feminina foi ainda mais dramática. As meninas venezuelanas não deram bola para o lotado ginásio de Lima e bateram o Peru por 3 a 2 (25-22, 25-27, 25-22, 22-25 e 15-12

Foto: lance de Argentina x Venezuela; crédito: FIVB



MaisRecentes

Confira todas as medalhas do Brasil nos mundiais de esportes aquáticos



Continue Lendo

Há 65 anos, Adhemar Ferreira da Silva mudou a história olímpica do Brasil



Continue Lendo

Veja como chega a natação do Brasil para o Mundial de Budapeste



Continue Lendo