Pequim-08: Michael Phelps deixa mitos do esporte olímpico para trás



Muito se falou, antes do início dos Jogos Olímpicos de Pequim, do desafio do nadador americano Michael Phelps em superar a histórica marca das sete medalhas de ouro obtidas por Mark Spitz em Munique-1972. Mas se faltam apenas três provas para atingir este feito, Phelps obteve nesta terça-feira um feito ainda mais significativo.

Ou alguém acha pouco o fato do americano ter se tornado, ao vencer os 200m borboleta e o revezamento 4 x 200m livre, o maior vencedor da história dos Jogos Olímpicos da Era Moderna, somando até agora 11 ouros?

Phelps deixou para trás gente do nível do americano Carlos Lewis e do finlandês Paavo Nurmi (atletismo), a russa Larisa Latynina (ginástica artística) e o próprio Spitz (natação), todos com nove medalhas de ouro conquistadas.

E pelo visto, ele ainda vai derrubar muitas marcas…



MaisRecentes

Vela do Brasil aposta em estrelas na largada para o ciclo de Tóquio-2020



Continue Lendo

Rudisha vai atrás de novo ouro em Tóquio. Conheça outros tricampeões no atletismo



Continue Lendo

Maldição do mata-mata acaba com sonho do Brasil no Mundial



Continue Lendo