Pequim-08: Joanna Maranhão ressuscita o slogan do Barão de Coubertin



Eu só queria entender uma coisa: o que acontece com alguns atletas, especialmente brasileiros, quando resolvem falar alguma coisa em eventos de grande repercussão, como é o caso dos Jogos Olímpicos?

A nadadora Joanna Maranhão fez uma bela prova nas eliminatórias dos 400m medley, inclusive terminando sua série em primeiro lugar, recuperando nos metros finais. Ainda assim, ficou apenas em 17º no geral e ficou eliminada. Eis que ao sair da piscina, a pernambucana disparou esta pérola: “Estou mais feliz do que muito campeão olímpico”.

Como é? Ela é eliminada de uma prova na qual chegou à final olímpica quatro anos antes, com um tempo pior (4min40s18 contra 4min40s00 de 2004) e ainda está feliz? Pergunta se o Phelps ficaria feliz se ficasse em 17º nas eliminatórias de alguma prova.

Tudo bem que não se pode cair na banalização geral que ocorre no Brasil, graças à monocultura do futebol, onde nada que não seja o primeiro lugar é valorizado. Mas daí a ressuscitar o slogan do Barão de Coubertin (“o importante é competir”) vai uma longa distância…



  • Ah, Laguna, eu entendo o que ela deve ter sentido. A Joanna quase não conseguiu o índice, viveu o drama de expor publicamente o caso do abuso que sofreu quando criança. Garantiu a vaga aos 40 do segundo tempo e chegou perto do melhor tempo da vida dela. Todo o drama que viveu nos últimos 4 anos me fazem compreender o que ela falou.Duro ia ser se o César Cielo, o Kaio Márcio ou o Thiago Pereira terminasse em 17º e falasse a mesma coisa.

  • Eu sei que ela passou por uma barra, Rodrigo. O que eu quis dizer é que um atleta tem que pensar um pouco antes de abrir a boca, para não correr o risco de falar uma bobagem. Ela poderia at[é ter apelado para aquele chavão “este resultado é uma medalha pra mim”, ao invés desta frase infeliz.Mas ninguém discute que o drama dela foi terrível e pode ter ajudado a atrapalhar seu desempenho nos Jogos

MaisRecentes

Seleção brasileira é definida para o Mundial de atletismo. Confira a lista



Continue Lendo

Confira todas as medalhas do Brasil nos mundiais de esportes aquáticos



Continue Lendo