Pequim-08: cadê a vara da Fabiana?



É de se supor que em um evento do grau de importância dos Jogos Olímpicos, a organização seja a mais cuidadosa possível. Em todos os detalhes. Por isso, não dá para acreditar no que aconteceu com a saltadora brasileira Fabiana Murer.

Sumir uma vara em meio à prova é inacreditável. Nem a russa Elena Isinbayeva, que ganhou com facilidade sua segunda medalha de ouro olímpica e ainda baeu de novo o redorde mundial (5m05), conseguiria segurar a barra diante de uma situação destas.

Deu pena de ver o desespero de Fabiana, procurando em todos os tubos onde estaria a vara com a qual ela daria o seu salto.

Se ela conseguiria ou não chegar à medalha, não dá pra garantir. Mas é lamentável que um mico destes ocorra em plenas Olimpíadas.

Foto: Marcelo Pereira/Terra



  • Fernanda Hanna

    se tivesse acontecido com a Isinbayeva a competição seria cancelada!!!!

  • Se tivesse acontecido com a Isinbayeva ela pegaria outra vara, ou pediria emprestada a uma colega, e saltaria. Sem derrubar o sarrafo.

MaisRecentes

‘Seleção feminina chegará muito forte para Tóquio-2020’, afirma dirigente do rúgbi



Continue Lendo

Entenda como foi a bizarra mudança no nome da Federação Mundial de taekwondo



Continue Lendo