Os problemas do basquete brasileiro começam desde cedo. Muito cedo…



O garoto Pedro Ferreira, que anotou seis pontos contra a Argentina/Crédito: CBB


Acabo de ver na internet que a seleção brasileira masculina de basquete perdeu para a Argentina nesta terça-feira. Até aí, nada demais, porque há muitos anos que o Brasil amarga uma bela freguesia diante de seus principais rivais do continente. A novidade é que desta vez a derrota foi na categoria sub-15!

Sim, até na molecadinha que mal entrou na adolescência a seleção brasileira está apanhando para os hermanos. A verdadeira surra de 77 a 55 aplicada pelos argentinos ocorreu no Campeonato Sul-Americano sub-15, que está sendo realizado em Pasto, na Colômbia.

E vale lembrar que no último domingo, os meninos brasileiros, comandados pelo técnico André Germano, suaram para derrotar o inexpressivo time do Chile por somente dois pontinhos (78 a 76).

O Brasil ainda tem mais três jogos a disputar no torneio e provavelmente  decidirá o título no próximo sábado, contra a Argentina. Seja no adulto, seja nas categorias de base, tanto no masculino como no feminino, o basquete brasileiro continua padecendo pelas suas próprias falhas. Que não são pequenas, é bom ressaltar.



MaisRecentes

Fora da Odepa, Nuzman precisa se preocupar com o esporte do Brasil



Continue Lendo

Em disputa acirrada, Nuzman tenta presidência da Odepa nesta quarta



Continue Lendo

Em semana decisiva na Odepa, Nuzman ganha cargo em Tóquio-2020, diz site



Continue Lendo