Olimpíada da Coreia ‘unificada’ começa a ser discutida em fevereiro



Após o histórico desfile em conjunto na abertura dos Jogos de Inverno de PyeongChang, o sonho da Coreia unificada volta a habitar o universo olímpico. Nesta sexta-feira (14), políticos das Coreias do Norte e do Sul confirmaram que vão se reunir em fevereiro de 2019. Na pauta do encontro, a discussão sobre uma possível candidatura em conjunto dos países para organizar a Olimpíada de 2032.

Delegações das Coreias do Norte e Sul desfilam juntas na cerimônia de abertura dos Jogos de PyeongChang (Crédito: COI)

O tema foi tratado em um encontro entre o vice-ministro sul-coreano do esporte, Roh Tae-kang, e o vice-ministro do esporte da Coreia do Norte, Won Kil-u. Eles confirmaram que deverão se reunir com representantes do COI (Comitê Olímpico Internacional), em Lausanne (SUI), no próximo dia 15 de fevereiro.

Será a oportunidade para que se formalize algo que muitos julgavam impossível: uma candidatura conjunta entre dois países que ainda estão tecnicamente em guerra.

Após três anos de conflito armado, houve a assinatura de um armistício em 1953, quando houve também a divisão da península coreana em dois países. O Norte, seguindo o regime comunista da antiga União Soviética, e o Sul, sob influência dos Estados Unidos.

LEIA MAIS SOBRE A COREIA OLÍMPICA UNIFICADA

Abertura da Olimpíada de PyeongChang foi uma vitória do esporte
‘Trégua’ pode assegurar festa completa na Olimpíada de Inverno 
Os problemas da Olimpíada de PyeongChang e a crítica seletiva

A primeira menção à possibilidade de lançamento de uma candidatura de uma Coreia “unificada” ocorreu em setembro, quando houve um encontro histórico entre o ditador norte-coreano Kim Jon-un e o presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in.

Para o COI, que vem sofrendo para achar interessados em organizar as edições de Jogos de Verão e Inverno, o interesse das Coreias veio em excelente momento. A imagem da entidade comandada pelo alemão Thomas Bach só tem a ganhar com isso.

A reunião desta sexta-feira serviu também para ratificar a intenção de serem enviadas equipes unificadas para a Olimpíada de Tóquio-2020. Ainda não há definição sobre quais serão as modalidades que terão atletas dos dois países. Também foi confirmado no encontro que as duas Coreias desfilarão juntas na cerimônia de abertura em Tóquio.