O ex-pivô Marquinhos também será candidato nas próximas eleições da CBB



Serão quatro os candidatos à presidência da Confederação Brasileira de Basquete (CBB), que deverão ocorrer em maio de 2009. Se três postulantes ao cargo já são bem conhecidos – Gerasime Grego Boziks, tentando mais uma reeleição, Carlos Nunes e Antonio Chakmati, pela oposição -, surgiu nesta segunda-feira um quarto nome: o ex-pivô da seleção brasileira nos anos 70 e começo dos 80, além de ter sido campeão mundial de clubes pelo Sírio em 1979, Marcos Abdalla Leite, o Marquinhos.

“Estou negociando com duas federações para lançar a minha candidatura. Como o registro terminará apenas no final de janeiro, estamos tranqüilos que tudo dará certo”, garante Marquinhos, que integra um movimento que busca a revitalização do basquete brasileiro e sonha em se tornar o primeiro ex-jogador a presidir a entidade que comanda o basquete brasileiro.

E Marquinhos está confiante de que terá sucesso. “Sempre na minha carreira entrei para vencer, em tudo o que eu fiz. Não será diferente agora.”



MaisRecentes

O ‘não’ de Calgary para Olimpíada de 2026 é mais um tapa na cara do COI



Continue Lendo

Os segredos de Jésus Morlán para reinventar a canoagem do Brasil



Continue Lendo