NBB 2009/10: o dia de fúria de Mineiro



O fato ocorreu já última quarta-feira, mas ainda vale o registro. Simplesmente inacreditável o acesso de fúria que o pivô Mineiro teve durante um treino do Universo/BRB, ameaçando inclusive agredir o técnico Lula. O sujeito saiu de quadra xingando todos os companheiros, chamando-os de “amarelões” e ainda discutiu com o diretor do clube, Jorge Bastos. Resultado: o jogador teve seu contrato rescindido imediatamente. Tudo isso às vésperas do segundo jogo da decisão do NBB 2009/10, diante do Flamengo, nesta sexta-feira.

“Aqui todo mundo é machão. Lá no Rio todo mundo apanhou calado”, disse Mineiro, que depois disparou contra Lula. “Você já me f… na semifinal e vai me f… de novo”. Para Jorge Bastos, ele disse o seguinte: “Larga de ser duas caras. Você é um cara-dura. Você sabe quem é o câncer deste time. Não sou eu. Você fez uma reunião e disse que ele é o problema”, gritou Mineiro, acusando o dirigente de conspirar contra o técnico Lula.

Mineiro sempre foi um verdadeiro “fio desencapado”, tendo uma coleção de problemas dentro de quadra, com brigas contra adversários, policiais e desentendimentos com integrantes da comissão técnica. Ou seja, o cara é desequilibrado.

Mas sabe-se também que a convivência dentro do grupo do Universo não é das mais tranquilas, especialmente com o ala e capitão Alex, que também possuí um temperamento complicado.

Tudo isso somado faz com que o Flamengo caminhe firme rumo à conquista de mais um título nacional.

Foto: Mineiro (no centro) discute com o técnico Lula
Crédito: Correio Braziliense



MaisRecentes

Maldição do mata-mata acaba com sonho do Brasil no Mundial



Continue Lendo

Guerra das rodinhas: entenda a polêmica sobre o skate olímpico do Brasil



Continue Lendo

Voto popular no Laureus escolherá o Momento Esportivo de 2016



Continue Lendo