NBA: Baby é dispensado pelo Minnesota, mas com certeza ninguém irá sentir falta



A diretoria do Minnesota Timberwolves divulgou nesta segunda-feira que o pivô brasileiro Rafael Araújo, o Baby, foi dispensado do elenco para a temporada 2008/09 da NBA. Baby deve agora retornar à Rússia, onde atuava antes de se transferir para os EUA.

Foi fundamental para a dispensa do brasileiro a chegada do pivô David Harrison, ex-Indiana Pacers, de 2m13. “Ele está aqui porque precisávamos de um jogador grande e ele consegue fazer algumas coisas boas em quadra”, chegou a dizer Rob Babcock, gerente do Timberwolves, no final de setembro, quando Baby foi contratado, em entrevista ao Star Tribune.

Mas certamente não foi somente a chegada de Harrison que determinou a saída de Baby. Os números do brasileiro também não empolgam ninguém.

Oitava escolha no draft de 2004, Baby jogou duas temporadas pelo Toronto Raptors e uma pelo Utah Jazz. Mas em três temporadas, seus números sempre foram medíocres. Baby ficou em média 11,4 minutos em quadra, com a média de 2,8 pontos por jogo.

Para um pivô de 2m11 de altura, a média de 2,8 rebotes por jogo é ridícula. Conseguiu também 0,1 bloqueio por jogo e roubou 0,4 bola por partida. Ao todo, Baby participou de 139 jogos na NBA, mas só começou como titular em 75 deles.

Pelo Minnesota, nesta pré-temporada, foram somente cinco minuitos em quadra, com um ponto marcado e dois rebotes recuperados em dois jogos disputados.

Definitivamente, Baby não vai deixar saudades.

Foto: Baby, atuando pelo Utah Jazz
Crédito: Divulgação/NBA



MaisRecentes

Robert Scheidt desiste de Tóquio-2020 por família e falta de resultados



Continue Lendo

Cartola projeta recorde de 30 ouros para o Japão nos Jogos de Tóquio-2020



Continue Lendo