Nadador sérvio é suspenso por protesto político e pode ficar fora das Olimpíadas



A mistura entre política e esporte quase nunca dá bom resultado. O sérvio Mirolad Cavic sentiu isso de perto nesta quinta-feira. Após vencer a prova dos 50m borboleta válida pelo Campeonato Europeu de natação, que está sendo realizado em Eindhoven (Hol), Cavic subiu ao pódio para receber sua medalha de ouro com uma camiseta com a seguinte frase: “Kosovo é Sérvia”.

O Comitê Disciplinar do torneio entendeu que a mensagem da camiseta do nadador sérvio tinha clara coniotação política e que o atleta feriu os códigos de conduta da da Liga Européia de Natação. Cavic foi suspenso preventivamente e por sue gesto pode até ser excluído dos Jogos Olímpicos de Pequim.

Kosovo proclamou unilateralmente a independência da Sérvia no último dia 17 de fevereiro e teve sua autonomia reconhecida por países como França e Estados Unidos.



MaisRecentes

Família Oliveira brilha no boxe olímpico 50 anos depois



Continue Lendo

Há 50 anos, um protesto que marcou a história olímpica



Continue Lendo

Ranking olímpico dá alento ao judô do Brasil após Mundial



Continue Lendo