Muito prazer, Ariake Arena!



A Ariake Arena, com capacidade para 15 mil pessoas, será a casa do vôlei e do basquete em cadeira de rodas em Tóquio-2020 (Crédito: Twitter/Olympic Channel)

Fevereiro mal começou e os organizadores da Olimpíada e Paralimpíada de Tóquio-2020 continuam com o pé fundo no acelerador para concluir as obras das arenas. Neste domingo (2), foi entregue a Ariake Arena, que será a casa do vôlei e do basquete em cadeira de rodas nos Jogos deste ano.

+ O blog está no Twitter. Clique e siga para acompanhar
+ Curta a página do blog Laguna Olímpico no Facebook
+ O blog também está no Instagram. Clique e siga

Com capacidade para receber 15 mil pessoas, a Ariake Arena foi a penúltima das novas instalações esportivas entregues. Falta apenas a conclusão da Tokyo Aquatics Centre, sede da natação, nado artístico e saltos ornamentais, prevista para março.

Localizada ao lado da Baia de Tóquio, a Ariake Arena teve um custo de US$ 336 milhões (R$ 1,43 bilhão).

Ao contrário do sufoco que foi para a finalização de obras na Rio-2016, a organização do Japão está sendo impecável.

O torneio de vôlei de Tóquio-2020, cujos grupos foram anunciados esta semana, se prolongará em toda a Olimpíada. A largada será em 25 de julho, um dia após a abertura, e terminará em 9 de agosto, data do encerramento.

Já o basquete em cadeira de rodas começará em 26 de agosto, um dia após a abertura. A final será em 6 de setembro, quando termina a Paralimpíada.

Confira as imagens das arenas que serão usadas em Tóquio-2020:

 

 

VEJA TAMBÉM:

Conheça os ingressos da Olimpíada e Paralimpíada Tóquio-2020 
Aviso do COI sobre protestos em Tóquio provoca reação de associação de atletas 
Conheça o Estádio Olímpico de Tóquio



MaisRecentes

Saiba por que a volta de Núbia Soares é tão importante para o atletismo do Brasil



Continue Lendo