Modelos deixam o Masters Series de Madri muito mais interessante



Vamos falar a verdade: se você não é um daqueles fãs incondicionais de tênis, a ponto de não se importar em ficar umas três horas diante da TV para ver um duelo entre Roger Federer e Rafael Nadal, por exemplo, a modalidade perdeu um pouco da graça depois que Gustavo Kuerten deixou de freqüentar os primeiros lugares do ranking mundial e começou a sofrer com seguidas lesões.

Mas o Masters Series de Madri tem um bom motivo para fazer você voltar a se interessar em ver a bolinha ir de um lado a outro da quadra. Desde 2004, o torneio – que este ano pagará um total de 2,1 milhões de euros em prêmios – adotou uma estatégia de marketing perfeita para atrair a atenção dos marmanjos: substituiu meninos e meninas por modelos de grandes agências na função de pegadores de bola.

Tem torcedor que nem se lembra qual tenista ganhou o jogo, mas sabe descrver perfeitamente cada pegadora de bola do torneio