Michelle Splitter deixa o basquete de luto



O basquete brasileiro está de luto novamente. Pouco mais de um mês da morte de Rosa Branca, um dos heróis da conquista do primeiro título mundial do Brasil, nesta segunda-feira veio a notícia de que a jovem pivô Michelle Splitter, de apenas 18 anos, ex-integrante da seleção brasileira sub-17, perdeu a batalha contra a leucemia e morreu nesta segunda-feira, em Campinas.

A notícia, divulgada através do blog do Luciano Silva, da ESPN Brasil, pegou a todos de surpresa. Michelle – irmã do também pivô Tiago Splitter, da seleção brasileira e do Tau Ceramica, da Espanha – retornou às quadras há quase dois anos, após superar a doença. Uma recaída recente, porém, a fez abandonar as quadras. Mesmo submetida a um transplante de medula óssea há poucos dias, Michelle não resistiu.

Uma notícia triste demais.

Crédito da foto: Divulgação CBB



  • Meu mundo agora mudou tudo,pessima notica pra min nessa hora,estou internado fazendo quimoterapia por causa da mesma doenca,que tbm retornou e so o transplante pra ter esperanca de cura.olha que ja tenho doador que nao foi dificil no meu caso,mas ja mi falaram dos risco pos-transplante,que essa historia nao vem mi abalar,creio na forca divina.Digo pra familia que nao desespere,conserteza ela estaram emm um lugar melhor que aqui,sem sofrimentos e sem hospitais,pq eu sei mais que nimguem o que ela passou por esta passando pela mesma coisa,ficar em hospitais por longo tempo,quimoterapia isso tudo e horrivel.Deus tem o melhor pra cada um,e concerteza Deus o acolheu pra si pq ela nao merecia esse mundo.Que Deus console a familia dela e der forcas,e pra min que a caminhada ainda e longa que ele estaja comigo tbm.

  • Fernanda Hanna

    http://www.ameo.org.br Nesse sie ha informações para se cadastrar no banco de medula óssea. Em São Paulo o cadastro pode ser feito na Santa Casa de São Paulo. É um lindo gesto e não custa nada.Beijos Fernanda

  • Luiz Augusto Lima

    Meus sentimentos de paz e luz para Michelle e toda a família. Além de todos que lutam bravamente.

  • Anônimo

    olá meu nome é franciane, se fomos todos pensar que a doença é maior que nós nunca venceremos, e eu sou posso afirmar uma guerreira que venceu este obstaculo em minha vida com 15 anos tive a leucemia linfoide aguda tive que ficar um ano internada perdi meus cabelos mas estou hoje aq com 24 anos casada e mãe de 2 filhos. meu msn é francia_ne_21@hotmail.com, se quiserem falar comigo estou a disposição.

  • A Michelle sem dúvidas foi uma guerreira! Agora está no céu cuidando ainda de quem ama! Uma menina linda, uma gigante de 1,98 e extremamente nova que nos deixou no dia dois de fevereiro! Agora é um anjo de luz que sem dúvidas ajudou pouco, mas porque teve infelizmente sua vida tomada por conta de uma doença triste!
    Onde a Michelle tiver ela será cuidada e estará cuidando!
    Uma gigante de quase 2,00 metros infelizmente foi calada!
    Deus é fiel hoje e sempre, foi feita a vontade de Deus!

MaisRecentes

Qual sua dupla de mascotes preferida para os Jogos de Tóquio-2020?



Continue Lendo

Eliminação no Mundial precisa servir de aprendizado para o handebol do Brasil



Continue Lendo