Todas as medalhas do Brasil na história do Mundial de atletismo



Caio Bonfim (ao fundo) se ajoelha e comemora a medalha de bronze na prova de 20 km da marcha (Crédito: Reprodução)

Atualizado em 13/8/2017

Ficou para o último dia, mas saiu a medalha do Brasil no Campeonato Mundial de Londres-2017. Em um final de prova disputadíssimo, Caio Bonfim conseguiu neste domingo (13) o bronze na prova de 20 km da marcha atlética. Foi a 13ª medalha do Brasil na história dos Mundiais.

O atleta de Brasília, que bateu na trave na Rio-2016 quando ficou em quarto lugar, fez uma prova de recuperação espetacular, saindo do bloco intermediário para encostar nos líderes na parte final. De quebra, Caio ainda bateu o recorde brasileiro, ao cravar o tempo de 1h19m04. O ouro foi para o colombiano Eider Arévalo e o russo Sergei Shirobokov ficou com a prata.

No balanço final do Mundial, a marcha atlética acabou obtendo os melhores resultados para o atletismo brasileiro. Na prova feminina, realizada mais cedo neste domingo, Érica de Sena ficou em quarto lugar e ainda superou o recorde sul-americano na prova dos 20 km (1h26m59).

Confira abaixo todas as medalhas brasileiras na história do Mundial de atletismo:

MEDALHA DE OURO

Fabiana Murer – salto com vara – Daegu (Coreia do Sul)/2011

MEDALHA DE PRATA

Zequinha Barbosa – 800 m – Tóquio (Japão)/1991
Claudinei Quirino – 200 m – Sevilha (Espanha)/1999
Sanderlei Parrela – 400 m – Sevilha (Espanha)/1999
Vicente Lenílson, Edson Luciano, André Domingos e Cláudio Roberto – revezamento 4 x 100 m – Paris (França)/2003
Jadel Gregório – salto triplo – Osaka (Japão)/2007
Fabiana Murer – salto com vara – Pequim (China)/2015

MEDALHA DE BRONZE

Joaquim Cruz – 800 m – Helsinque (Finlândia)/ 1983
Zequinha Barbosa – 800 m – Roma (Itália)/1987
Luiz Antonio dos Santos – maratona – Gotemburgo (Suécia)/1995
Claudinei Quirino – 200 m – Atenas (Grécia)/1997
Raphael de Oliveira, Claudinei Quirino, Edson Luciano e André Domingos – revezamento 4 x 100m – Sevilha (Espanha)/1999
Caio Bonfim – 20 km da marcha atlética – Londres (Inglaterra)/2017



MaisRecentes

Isaquias Queiroz vai aumentar sua coleção de medalhas no Mundial de canoagem?



Continue Lendo

Brasil estreia em mundiais de badminton e wrestling nesta segunda



Continue Lendo