Mais uma proeza do Grego…



Como uma espécie de prêmio pelo “conjunto da obra”, graças ao excelente trabalho que tem feito à frente da Confederação Brasileira de Basquete desde 1997, em especial no basquete masculino nacional, que não sabe o que é disputar uma edição dos Jogos Olímpicos desde 96 (ou seja, antes de sua posse), Gerasime Boziks, o Grego, conseguiu mais uma proeza: foi eleito, POR ACLAMAÇÃO, o novo presidente da Associação de Basquete Sul-Americana (ABASU), para o mandato de 2008 a 2013.

A eleição ocorreu na última sexta-feira, no Hotel Crowne Plaza de Assunção (Par), após o encerramento do Campeonato Sul-Americano Sub-15, que por sinal foi perdido pela seleção brasileira para a Argentina (cujo basquete feminino há algum tempo era pouco mais que simplório).Se já não bastasse levar pau em todas as categorias no masculino da Argentina, agora parece que a moda será perder também no feminino…

Este é o padrão Grego de qualidade



  • Agora, Laguna… Depois desse “currículo” descrito por vc, como uma “coisa” dessa consegue ser eleito para tal cargo? Desculpe, mas não consigo compreender… É o fim da picada!Meus pesames ao basquete nacional!abraço

  • Manoel Paulo

    Vamos afundar cada vez mais… Essa agonia parece não que não tem fim…

  • Anônimo

    Eu só chego a uma conclusão: Eu estou ficando louco ! Ainda essa semana vou procurar um psiquiatra. BR

  • Bittenca

    Grego é o retrato perfeito da cartolagem nacional. Ele segue o exemplo do chefe Nuzman, que a cada quatro anos inventa um novo projeto – sempre mais caro – para a Olimpíada do Rio. Os caras se multiplicam e a Justiça e demais autoridades não fazem nada para coibir essa farra, na maioria das vezes financiada pelo imposto que nós pagamos. É uma vergonha! Forte abraço!

  • Grego vai derrubar o basquete argentino, agora.

  • É isso aí, Rodrigo. Se não conseguimos ganhar deles na quadra, vamos acabar com eles fora delas!

MaisRecentes

Los Angeles 2024 promete cerimônias em dois estádios. Veja o vídeo



Continue Lendo

Correria japonesa? Brasil já pensa nas oitavas do Mundial de handebol



Continue Lendo

‘Paredão’ Maik deixa Seleção Brasileira viva no Mundial de handebol



Continue Lendo