Liga Mundial de vôlei: Giba desfalca a seleção na estréia; confira todos os jogos



Começa neste final de semana o mais milionário torneio do vôlei, a Liga Mundial masculina. Também pode ser conhecida como a maior enrolação das quadras do planeta.

Disputado há 18 anos, a competição, que começou como uma bem sacada idéia de reunir as principais seleções do mundo, transformou-se num torneio voltado apenas para as emissoras de TV que detém os direitos de transmissão. Sim, porque ter uma rede de TV que atendesse as exigências da Federação Internacional de Vôlei (FIVB) passou a ser o principal critério para se definir as equipes participantes. Dane-se se o time é bom ou não, basta ter o dinheiro da televisão.

O regulamento da Liga Mundial também é uma pérola. Como a fase final é realizada num país-sede, este já está automoticamente classificado – tornando sua participação na primeira fase mera formalidade. Além disso, como são seis os finalistas, passam adiante os quatro vencedores dos grupos. O quinto e último classificado é escolhido através de convite, dado a um dos segundo colocados (de acordo com os critérios da FIVB).

Mas de grana ninguém pode reclamar. Os 16 países que estão na Liga deste ano brigam por um prêmio superior a US$ 20 milhões, que será distribuído ao longo da competição.

Neste primeiro final de semana da Liga Mundial, o Brasil jogará em São Paulo, no Ginásio do Ibirapuera, diante da Sérvia. O time do técnico Bernardinho estará desfalcado do ponteiro Giba, que torceu o pé esquerdo e ficará quatro semanas em recuperação. Os jogos contra os sérvios serão sábado e domingo, às 10 horas.

Confira abaixo os demais jogos do final de semana:

Grupo A

Venezuela x França (sábado e domingo)
Grupo B
Cuba x Itália (sexta-feira e sábado)
Coréia do Sul x Rússia (sábado e domingo)
Grupo C
Finlândia x EUA (sexta-feira e sábado)
Bulgária x Espanha (sábado e domingo)
Grupo D
Egito x Polônia (sexta-feira e sábado)
China x Japão (sábado e domingo)


MaisRecentes

Governo rebatiza programa ‘Atleta Pódio”, de olho em Tóquio-2020



Continue Lendo

Tragédia das enchentes no Peru deixa Pan de Lima-2019 na berlinda



Continue Lendo