Iziane é mesmo um caso perdido



Do blog Painel do Basquete Feminino

Voltar a vestir a camisa da seleção brasileira de basquete. Este é o sonho da ala maranhense Iziane Marques, que está de férias em São Luís. Nesta terça-feira (29), Iziane esteve no programa “Fontenele Comenta”, da Rádio Mirante AM, e deixou bem claro que seu retorno está atrelado à saída de Paulo Bassul do comando técnico.

Para Iziane, as portas da seleção brasileira “estão abertas”, uma vez que Paulo Bassul, pode não renovar seu contrato com a Confederação Brasileira de Basquete (CBB). Se isso se confirmar, aumentariam significativamente as chances da maranhense retornar à seleção.

– A seleção está em aberto. As portas estão abertas. Estou em contato com a diretora da CBB, que é a Hortência, e eu vou ter uma conversa com ela pessoalmente. Provavelmente, acho que as notícias vão ser boas em 2010. Ele [Paulo Bassul] está sem contrato. A seleção brasileira hoje não tem um técnico. A nossa questão está bem definida. Já conversei com a Hortência e deixei bem claro que é uma situação é ruim para todo mundo. Não é uma questão ali de rixa. Pelo jeito que a conversa vai, parece que ele não deve ficar – disse.

Iziane Marques, que é atleta do Atlanta Dreams, clube que disputa a liga norte-americana da WNBA, considerou como positivo o ano de 2009, apesar de ter ficado de fora da seleção brasileira.

– Esse ano foi ótimo pra mim. Eu fecho o ano com chave de ouro. Eu tive grandes competições. Grande rendimento. Foi um ano de vitórias – finalizou.

Iziane x Bassul
O clima ruim entre o treinador e a jogadora ficou à mostra durante a partida entre Brasil e Bielorrússia, jogo válido pelo Pré-Olímpico de Basquete, realizado em Madri, na Espanha, em 2008. Na ocasião, Iziane discutiu com Bassul e se recusou a entrar em quadra. O resultado da indisciplina da maranhense foi o seu afastamento da seleção brasileira.

Logo após o incidente, Iziane garantiu que não trabalharia mais com o treinador. E parece mesmo que aquela decisão continua a valer. No entanto, a atleta maranhense vê com bons olhos a possibilidade de retornar à seleção, o que significaria assim, a despedida de Bassul do comando técnico da seleção.

Paulo de Tarso Jr
Fonte: Imirante.com

Comentário: Na boa, gente. Dia 30 de dezembro e ninguém merece mais um capítulo dessa enfadonha novela. Nem essas especulações se Bassul e Moncho continuam. Na minha cabeça, já passou até a (maluca) hipótese de que a CBB ande querendo economizar salário dando esses meses de folga aos seus dois principais treinadores.
Das declarações de Iziane à emissora de rádio, faço duas observações:

(1) Não sei até onde vai esse processo público de fritura de Bassul. Se mantido, como vai ficar perante o universo do basquete e as outras jogadoras ao convocar novamente uma atleta (Iziane) que explicita de forma tão direta assim suas divergências com o treinador? Hortência (com quem Iziane diz que irá se encontrar) apóia essas declarações em forma e conteúdo? Alguém conhece a palavra ‘hierarquia’? Ou Iziane é a dona da CBB, digo, do mundo?

(2) É de se lamentar que o tempo passe e voe, mas nenhuma evolução seja perceptível no comportamento de Iziane. A cestinha é de uma falta de inteligência e de humildade em suas declarações que beiram o absurdo. Com esse comportamento de menina mimada, até onde ela acha que vai? Que ídolo esportivo pode se tornar exemplo ou mesmo vencedor aprisionado a uma visão tão egocêntrica dentro de um esporte coletivo? Parece um daqueles casos patológicos, em que a pessoa carrega sua doentia teimosia até o fim, mesmo que isso signifique a destruição de outros e até a sua própria.



  • Anônimo

    A DONA DA BOLA

    Abaixo o link que explica o porque da Iziane estar fazendo e dizendo o que quer e a entidade ter se calado deixando o técnico sozinho no processo. Como todos sabem a Eletrobrás é a patrocinadora da CBB e está sob o domínio da família Sarney.
    Basta ler os parágrafos abaixo da foto dela com o senador e não é preciso dizer mais nada…
    Será que o Paulo Bassul tem idéia do que está enfrentando e de que pode estar sendo traído pela própria entidade?

    http://colunas.imirante.com/bigua/2009/12/30/vem-ai-o-projeto-liberdade-com-basquete/

MaisRecentes

Prêmio Brasil Olímpico acontece nesta quarta. Saiba mais sobre a festa



Continue Lendo

Ginástica brasileira pode mudar de patamar com Marcos Goto



Continue Lendo