Idoso de 93 anos tentará vaga na seletiva americana de tênis de mesa na Rio 2016



Aos 93 anos, Bill Guilfoiil está inscrito para disputar a seletiva americana do tênis de mesa. Crédito: Reprodução

Aos 93 anos, Bill Guilfoiil está inscrito para disputar a seletiva americana do tênis de mesa. Crédito: Reprodução

O sonho olímpico não tem idade, pelo menos é o que pensa o americano Bill Guilfoil, que será uma das principais atrações na segunda seletiva olímpica  dos Estados Unidos de tênis de mesa para os Jogos Olímpicos do Rio 2016. O  motivo: ele tem simplesmente 93 anos  e pela segunda vez tenta ir às Olimpíadas.

“O tênis de mesa é o esporte da minha vida. Com esta idade, me sinto muito bem e não tenho problemas nas costas ou nos ombros”, disse Guilfoil ao site da rede americana de TV NBC. Morador de Kansas City, onde durante mais de 40 anos deu aulas de tênis e tênis de mesa, o veteraníssimo jogador confirmou sua participação  na seletiva apenas na última sexta-feira. Antes dos Jogos de Londres 2012, Guilfoil também participou da seletiva americana, mas foi eliminado na primeira rodada.

>>> Veja ainda: O calendário olímpico de 2016

A seletiva americana será realizada na cidade de Greenboro, entre os dias 4 e 7 de fevereiro. Como se trata de uma competição aberta, qualquer filiado da USA Table Tennis (a federação americana de tênis de mesa) tem direito de disputar uma das quatro vagas nacionais para a seletiva da América do Norte da modalidade, desde que pague a taxa de inscrição.  Este será o último qualificatório da região que definirá as últimas três vagas para a Rio 2016, marcado para ocorrer em Toronto (CAN), entre 8 a 10 de abril.

>>> E mais: O grande salto do tênis de mesa do Brasil no Pan 2015

Bill Guilfoil não tem grandes ilusões em ter sucesso, diz que pretende apenas se divertir no que encara como “pequenas férias”. Mesmo assim, já tornou-se o principal personagem da seletiva americana para a Rio 2016.

Confira abaixo (em inglês) a reportagem da rede KMBC News com o incrível Bill Guilfoil:

 



MaisRecentes

Do que têm tanto medo os cartolas olímpicos brasileiros?



Continue Lendo

Georgia Dome é demolido e uma parte da história olímpica vai embora com ele



Continue Lendo

Esportes de PyeongChang-2018: combinado nórdico



Continue Lendo