Com o hexa, França confirma dinastia no handebol masculino



Jogadores da França e integrantes da comissão técnica posam com o troféu do Mundial masculino (Crédito: Divulgação)

Jogadores da França e integrantes da comissão técnica posam com o troféu do Mundial masculino (Crédito: Divulgação)

Poucas modalidades dos esportes coletivos possuem uma supremacia tão grande na atualidade como a da França no handebol masculino. Maior mesmo só os Estados Unidos no basquete (masculino de feminino). Neste domingo, os franceses não deram chance para o azar e diante de sua fanática torcida, que lotou a Accorhotels Arena, em Paris, bateu a Noruega por 33 a 26 (18 a 17 no primeiro tempo).

Apesar do equilíbrio na etapa inicial, os 15.609 espectadores que estavam presentes no ginásio quase nunca duvidaram do previsível desfecho da decisão. O triunfo deste domingo marcou nada menos do que o sexto título da França na história do Mundial masculino.

O resultado lógico confirmou a verdadeira dinastia vencedora francesa na competição, iniciada em 1995, no Mundial realizado na Islândia. Depois disso, a França só ficou fora do pódio em três ocasiões (1999, 2007 e 2013) e acumulou outros quatro troféus, nos mundiais de 2001 (também realizado na França), 2009, 2011 e 2015. Ainda neste século, a França ampliou sua galeria de conquistas com nada menos do que duas medalhas de ouro olímpicas (2008 e 2012) e uma de prata (2016).

VEJA MAIS SOBRE O MUNDIAL DE HANDEBOL:

Brasil não consegue superar sua melhor campanha no Mundial 
Veja quais foram todos os campeões no Mundial masculino de handebol 
Maldição do mata-mata acaba com sonho do Brasil no Mundial de handebol 
Números e curiosidades do Mundial de handebol

Todo esse sucesso em quadra pode explicar um pouco o grande sucesso que a competição teve fora dele. Desde a partida de abertura, no último dia 11, os ginásios franceses que receberam as partidas do Mundial tiveram capacidade esgotada em 23 partidas. No total, 539.943 espectadores acompanharam as partidas da competição. Tanto amor ao handebol também pode ser explicado pelo fato de a França ter cerca de 600 mil jogadores registrados. No ano que vem, será a sede do Campeonato Europeu feminino de seleções.

A dinastia da França no handebol tem tudo para se prolongar por muito tempo.

Classificação final do Mundial masculino de handebol 2017

1º) França
2º) Noruega
3º) Eslovênia
4º) Croácia
5º) Espanha
6º) Suécia
7º) Hungria
8º) Qatar
9º) Alemanha
10º) Dinamarca
11º) Belarus
12º) Rússia
13º) Egito
14º) Islândia
15º) Macedônia
16º) Brasil
17º) Polônia
18º) Argentina
19º) Tunísia
20º) Arábia Saudita
21º) Chle
22º) Japão
23º) Bahrain
24º) Angola



MaisRecentes

Entenda como foi a bizarra mudança no nome da Federação Mundial de taekwondo



Continue Lendo

No Dia Olímpico, comemore acompanhando muito esporte



Continue Lendo